Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

O blog adere ao luto pela morte do mexicano Roberto Bolãnos, o eterno Chaves, aquele que marcou a infância da minha geração. Foram muitas tardes de diversão garantida. Sim, era tudo muito sombrio, tosco. Mas quem faz tal acusação erra o alvo: era bom demais porque era tosco!

Guardo na memória várias passagens engraçadas. O jeito de Bolãnos era impagável, como Chaves ou como Chapolin Colorado. E convenhamos: seus vilões patéticos, como o velho Racha-Cuca, interpretado por “seu” Madruga, parecem com os nossos atuais, do PT.

Faleceu o Chaves que prestava (o outro já havia morrido antes, sem deixar saudades). E se vivo fosse, eis algumas tiradas que poderia ter:

“Suspeitei desde o princípio”, sobre o escândalo do “petrolão”;

“Silêncio! Silêncio! Minhas anteninhas de vinil estão detectando a presença do inimigo”, sempre que algum petista se aproximasse;

“Foi sem querer querendo”, se tivesse que assumir o papel de advogado de algum petista;

“É que me escapuliu”, sempre que soltasse algum adjetivo pouco amigável em relação aos petistas;

“Não contavam com minha astúcia!”, sempre que identificasse algum podre novo do governo atual;

“Foi tudo friamente calculado”, sobre as maracutaias do PT;

“Sigam-me os bons!”, para todos aqueles 51 milhões de brasileiros cansados dessa roubalheira toda e que desejam mudanças!

Descanse em paz.

Rodrigo Constantino

Exibições: 110

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Romildo de Paula Leite em 30 novembro 2014 às 8:25

   “Sigam-me os bons!”, para todos aqueles 51 milhões de brasileiros cansados dessa roubalheira toda e que desejam mudanças!

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço