Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Certamente você se lembra de uma situação em que viu pela primeira vez um artista no palco e já sabia que ele faria sucesso, inevitavelmente.

No palco estava uma pessoa bastante jovem, representando um personagem, cantando uma canção ou quem sabe dançando. Mas, era como se fosse possível ver sua aura!

Você, que não era um especialista, plateia apenas, já sentia que havia ali algo impactante.

Como se visse um quadro, uma obra-prima, e prontamente identificasse o autor!

 

Quando imaginava que nada de novo poderia surpreendê-lo, lá estava ele ou ela com uma performance incrível. Seu entusiasmo o incentivava a comprar centenas de ingressos para rever o espetáculo.

 

E, nessa linha, tem aquele jogador que nos encanta a cada jogada. O orador que parece saber tudo, com respostas na medida. O profissional de mídia, que a cada propaganda parece ter ideias sem fim. A bailarina da qual não desgrudamos os olhos, não importa quantas estejam no palco. O músico que a cada acorde nos faz sonhar em tocar como ele!

 

Em todos, observamos a força da mensagem. O poder da atração!

 

Lembro-me de um ator que na época não conhecia, e no teatro sua primeira fala roubou a atenção do público. O personagem parecia real pela força que imprimia na caracterização.

Já notou que algumas pessoas, ainda muito jovens, parecem nascidas prontas?

 

Gosto de ver empresas e produtos como pessoas.

No fundo, estas são materializações de expressões, criando ou atendendo apelos, sonhos e desejos dos seres humanos.

 

Se você é um pioneiro terá que convencer o público com sua mensagem.

Se não é, e está procurando atender apelos, terá que dizer por que é o melhor no mercado.

Não mostrando essa competência será superado por aquele que tiver swag!

 

O alento nas dificuldades é que tudo é possível. Até hambúrguer atravessa mares e oceanos e faz enorme sucesso.

 

A questão é descobrir o que é swag.

 

Swag é estilo, balanço, jeito único, simpatia, poder de criar empatia!

Um poder que pode ser natural ou adquirido.

 

A capacidade de influenciar e absorver influências cria um projeto de transformação.

Assim também é a vida: influências para evolução ou adaptação.

 

A gestão do swag é o processo de despertar. A adequação se faz por incentivo ou retirada do excesso de balanço!

O apoio de especialistas é fundamental, pois muitas vezes o mercado não consegue notá-lo, e olhos preparados são necessários para observar a chama que será alimentada.

Como o descobridor de talentos que vê no corredor do shopping a modelo na passarela, enquanto o público apenas enxerga a menina olhando vitrines.

São os olhos do garimpeiro experiente que permitem perceber a diferença entre a pepita de ouro e a pirita - o ouro dos tolos!

 

Swag está no produto que encanta, na embalagem que sorri, na vitrine que brilha.

 

Disse Johann Goethe: ”Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor”.

 

Identificar e desenvolver o swag é fundamental. Para Louise Hay: “Cada pensamento que temos está criando o nosso futuro”.

 

Afinal, sua empresa e seus produtos têm swag?

 

 Ivan Postigo

Diretor de Gestão Empresarial

Articulista, Escritor, Palestrante

Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

Fones (11) 4496 9660 / (11) 99645 4652

Twitter: @ivanpostigo

Skype: ivan.postigo

Exibições: 62

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Antonio Silverio Paculdino Ferre em 15 abril 2015 às 17:02
Muito bom artigo, como sempre acontece.

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço