Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Fonte:|portaisdamoda.com.br|

As inovações nos materiais têxteis desenvolvidos para a Primavera Verão 2010 2011

Materiais tecnológicos são desenvolvidos cada vez mais com propostas diferenciadas, a fim de contribuir no conforto diário, facilitando a vida dos consumidores. As inovações que, no início, foram restritas ao vestuário do segmento esportivo, conquistam de vez as ruas e passarelas. Além das facilidades e benefícios que muitos desses tecidos trazem, as novidades em relação ao peso, textura e aspectos visuais são características que permitem sua maior exploração pelos estilistas.

Tecidos com alta performance têm sido um dos setores de maior crescimento na indústria têxtil. As transformações na vida do consumidor são fatores que despertam ainda mais o interesse de designers na busca de inovações.

A preocupação com a saúde e bem-estar leva o homem a procurar na prática de exercícios, uma alternativa que possa melhorar sua aparência e qualidade de vida. Com isso, tecidos high-tech são elaborados especialmente para atividades como corrida, ciclismo, aeróbica, natação, surf, entre outros.

Na correria do dia-a-dia, toda praticidade é bem vinda! Materiais que não amassam e não precisam ser passados estão entre as novidades adoradas pelas mulheres, bem como aqueles que ajudam no tratamento das temidas celulites. A aplicação de cristais bioativos durante a fiação desses tecidos pode estimular a circulação sanguínea, o rendimento físico e o metabolismo celular, e assim é possível verificar uma melhora na elasticidade da pele.

O avanço da nanotecnologia contribui para o desenvolvimento de tecidos impermeáveis, como é o caso de materiais resistentes à água e à umidade. A combinação de lã, poliéster, algodão e nanofilamentos de silicone faz com que entre suas estruturas apareçam pequenas camadas de ar, as quais impedem o contato da água mantendo a fibra seca. Essa é uma das descobertas que pode se tornar mais acessível à medida que seja produzida em maior escala.

Nas últimas feiras e exposições têxteis os produtos que mais se destacaram foram o Ecosoft, de toque suave, alto frescor, ótimo caimento e low pilling; o Botanic Denim da Lenzing, o qual é originado a partir da mistura de algodão orgânico com 25% de Tencel®, apresentando menor impacto ambiental para a sua produção; e o extremamente leve Sopro, da Rosset, que com um toque único semelhante à maciez da pele do bebê chegará ao mercado em edição limitada.

Grandes grifes já começam a incluir, timidamente, o flamê e o vicolinho em suas coleções, os quais trazem um custo menos elevado e prometem aparecer com misturas interessantes em roupas fluidas e com aspectos rústicos para o verão.

Para a temporada de 2011, a coleção da Swiss inclui três tecidos altamente funcionais, os quais integram inovações tecnológicas. O PCR Bioactive, é feito com materiais 100% recicláveis; seu poliéster é obtido em garrafas PET e agrega um toque bastante suave, ótima elasticidade e controle de umidade ao tecido. A incorporação de íons de prata nos polímeros das fibras ajuda na inibição do aumento das bactérias causadoras de odor. O PCR é, então, uma novidade bastante funcional para a confecção de underwear e vestimentas para a prática esportiva.


O Swan coldblack traz uma estrutura com propriedades aerodinâmicas fantásticas! O tecido é indicado para o activewear voltado para os praticantes de corrida, ciclismo e triatlo e a novidade é a inclusão da tecnologia desenvolvida pela Schoeller, a qual permite que as fibras escuras não mais absorvam, e sim reflitam ondas de calor, protegendo o seu usuário dos raio UV e colaborando para uma melhor sensação térmica.


A terceira novidade da Swiss fica por conta do Flash coldblack, o qual apresenta um dupla camada com poliéster no interior e poliamida no exterior, característica que aumenta o controle da umidade e agrega excelentes propriedades de respiração ao material. Ótima elasticidade e capacidade de compressão são outras vantagens do Flash, que com a evolução proporcionada pela Schoeller pode reduzir, ainda, a absorção de calor, garantindo um nível elevado de proteção UV.


Para a Primavera Verão 2010 2011 veremos, então, uma ascensão da tecnologia na moda democrática e urbana. A melhor utilização das fibras naturais e o alto potencial existente na nanotecnologia prometem possibilitar a construção de matérias-prima ecologicamente corretas e com benefícios valorizados pela sociedade. Inovações excitantes já emergem de estudos e fibras combinados com materiais diferentes, assim, para esse futuro bastante próximo tecidos high-tech e tecnologias de alta performance integrarão as vestes e serão atribuídas para a confecção da moda do dia-a-dia aliando sempre proteção e sustentabilidade à esses produtos.

Camila Cemin Rolon
Equipe de Redação Portais da Moda Departamento de Moda

Exibições: 104

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço