Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Vicunha Têxtil é eleita a melhor empresa para estagiar

Fonte:|maisrh.wordpress.com|
Vanderlei Abreu

A Vicunha Têxtil foi a grande vencedora do prêmio As Melhores Empresas para Estagiar 2009, promovido pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) com a parceria do Ibope Inteligência e da seccional paulista da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-SP). A entrega dos prêmios às 50 melhores práticas de capacitação do ano no estado de São Paulo foi realizada ontem (dia 24/11), no Teatro CIEE, na capital paulista.
Os vencedores foram classificados a partir de entrevistas realizadas com os próprios estagiários e análise de questões técnicas feitas pelo Ibope. Durante a premiação, foi divulgado o ranking dos 10 melhores programas de estágio entre empresas, órgãos públicos e entidades filantrópicas. E, por ordem alfabética, foram enumeradas as 40 empresas que fazem parte da lista.
Lançada em 2006, a premiação tem por objetivo reconhecer a qualidade dos programas de estágio das organizações que investem na preparação prática dos estudantes para o mercado de trabalho. Além disso, visa gerar um efeito multiplicador, com a divulgação de cases de sucesso em programas de capacitação prática.
Entre as empresas participantes da pesquisa, houve um aumento das grandes corporações, em relação ao ano anterior: 41% delas tem mais de mil funcionários. Em 2008, o índice era 36%. Das premiadas, 70% são empresas privadas, 24% órgãos públicos, 4% instituições de ensino e 2% organizações do Terceiro Setor; 56% das organizações estão no interior do Estado e 44% da Grande São Paulo.
A maioria dos estagiários entrevistados no levantamento é do sexo feminino (56%), no curso superior (84%), e provenientes da rede particular de ensino (76%); 55% deles estão na faixa etária entre 21 e 25 anos; 93% são solteiros e 74% moram com os pais.

As 10 melhores práticas de estágio do ano:

1. Vicunha Têxtil – São Paulo
2. Credicitrus – Bebedouro
3. Caixa Econômica Federal – Bauru
4. Câmara de Vereadores – Piracicaba
5. Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo
6. Brisamar Shopping Center – São Vicente
7. Prefeitura de Bocaina
8. Prefeitura de Bariri
9. Credicoonai – Ribeirão Preto
10. Karcher – Paulínia

Case Vicunha
Essa é a segunda vez que a Vicunha Têxtil aparece no ranking das 50 Melhores Empresas para Estagiar, sendo que, neste ano, está na primeira colocação. Aproximadamente 200 organizações privadas e públicas participaram da análise feita pelo Ibope, que entrevistou mais de 2600 estagiários e executivos das participantes do prêmio. Para a companhia concorrer, é necessário preencher alguns pré-requisitos, como apresentar, no mínimo, 15 estudantes em treinamento.
Alguns fatores foram determinantes na boa classificação da Vicunha, como a preocupação em treinar os jovens alunos com o propósito de, no futuro, passarem a ocupar cargos efetivos. “Estagiário é um talento potencial a ser desenvolvido, por isso, preferimos capacitá-lo para ocupar um cargo efetivo na empresa no futuro, pois estará mais preparado e familiarizado com a cultura interna”, afirma Ana Paula Priminini, gerente de Recursos Humanos da Vicunha Têxtil.
Outro ponto relevante do programa é oferecer oportunidade de o estagiário poder sugerir e até implementar novas práticas na empresa. “Eles são muito bem vistos e respeitados pelos gestores, porque trazem informações novas e criativas da academia”, completa.
Todo o processo de atuação do aluno é acompanhado atentamente pelo departamento de Recursos Humanos e pelo gestor direto e, a cada quatro meses, é realizada uma avaliação na qual gestor e estagiário expõem suas opiniões sobre o desempenho do aprendiz. “Dessa maneira, conseguimos promover o desenvolvimento profissional por completo”, fala a gerente de RH.
Quando o jovem profissional mantém-se alinhado aos procedimentos da Vicunha e demonstra aptidão e dedicação, o caminho natural é a efetivação. Assim aconteceu com o designer têxtil Laércio Lopo Juarez, 21 anos, que entrou na empresa em julho de 2008 e foi efetivado em janeiro deste ano. “Aqui, sinto que tenho espaço para mostrar meu trabalho”, fala Laércio, que cria as estampas dos jeans e das sarjas.
Andréa Cristina de Oliveira Chagas, 21 anos, também se identificou com a maneira de trabalhar na companhia e atua na área de TI. “Aqui aprendo muito e um dos motivos para o crescimento do estagiário é ter a oportunidade de falar e ser ouvido como um funcionário”, diz.
Ao total, a Vicunha Têxtil conta com 68 estagiários nas mais diversas áreas da empresa.

Exibições: 227

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço