Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Charlie Murphy, Gwyneth Paltrow e Isabelle Drummond (AgNews e Getty Images)

“Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame”, afirmou certa vez a estilista Coco Chanel, que usou a metáfora para dizer que a gente não precisa de um guarda-roupa abarrotado. Claro que não dá para só viver de vestido preto, mas que um “pretinho básico” é um coringa no guarda-roupa ah, isso é fato. Dependendo do modelo o vestido vai de uma reunião a um casamento, apenas com mudanças de acessórios. Quanto mais clássico e clean, maior a versatilidade.

Com a diversidade de modelagens, estilos e texturas a escolha de um vestido preto para chamar de seu nem sempre é tarefa fácil. O fato de ser preto não quer dizer que cai bem em qualquer tipo físico ou ocasião. Veja a escolha das celebridades e as indicações de cada vestido: siga as dicas e encontre o modelo ideal para você.

1. Midi

Charlie Murphy (Getty Images) e Isabel Wilker (AgNews)

O comprimento midi, que não chega a ser longo e deixa à mostra um pedacinho da perna, é moderno e atual. Mas não favorece a todas, já que encurta e silhueta.  Modelos com a saia godê criam volume. Ou seja, midi com saia godê é mais indicado para as mulheres longilíneas.

2. Clássicos

Eva Longoria (Getty Images) e Débora Nascimento (AgNews)

Modelos mais discretos, na altura dos joelhos, são muito versáteis: fazem bonito nas festas sim, mas podem ficar mais casuais com acessórios menos refinados, como sapatilhas, bijuterias e bolsas maiores. Também podem ganhar sobreposição de peças mais descoladas, como jaquetas de couro. Se não quiser ressaltar o quadril prefira modelos que caiam reto, como o da atriz Débora Nascimento, em vez da saia tipo lápis de Eva Longoria.

3. Plus size

Débora Lamm (AgNews) e Adele (Getty Images)

Transparência, decote V, cintura marcada e saia reta: eis uma composição que favorece as gordinhas. De acordo com o tecido o vestido pode ficar mais casual ou refinado.  A atriz Débora Lamm aliou todos esses detalhes a uma estampa “animal print”, que deixou o vestido mais moderno e casual. Já a sofisticada mistura da cantora Adele de renda com organza tornam o vestido ideal para eventos que exigem mais formalidade e elegância, como um casamento.

4.  Fashionistas

Paolla Oliveira (Agnews) e Gwyneth Paltrow (Getty Images)

Eles saem do básico e abusam de todos os adereços em alta: franjas, transparências, texturas e até pequenas pinceladas de outras cores e brilhos. “Aparecidos” atraem olhares e holofotes. Não é aquele “pretinho” que dá para todas as ocasiões e nem para repetir muito já que marca presença. Para quem é mais moderna e quer um pretinho que saia do convencional, modelos mais “fashion” são a pedida. Atenção à escolha para que os detalhes se localizem de forma a valorizar sua silhueta. Paolla Oliveira ilustra bem como brincar com detalhes e transparências com elegância.

5. Sensuais

Isabelle Drummond (AgNews) e Cameron Diaz (Getty Images)

Modelos com decotes mais profundos podem ser sensuais sem cair no vulgar. Os vestidos eleitos por Isabelle Drummond e Cameron Diaz ilustram bem isso. Isabelle escolheu um vestido decotado e justinho, mais compensou no comprimento, na altura dos joelhos. Já Cameron Diaz apostou na modelagem mais soltinha, ótima aliada dos decores profundos. Atenção: modelos muito decotados ficam restritos a ocasiões especiais, como jantares e festas. No trabalho, melhor evitar.

https://br.mulher.yahoo.com/blogs/ta-na-moda/5-dicas-para-escolher-...

Exibições: 1023

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço