Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Se você não sente o calor da lava de um vulcão, a força das águas de um mar revolto, o poder de um furacão, não tem avaliar o problema.

 

Grandes ou pequenos, eles nos rodeiam todos os dias. Muitos poderiam ser solucionados rapidamente, mas protelar é um exercício a que o ser humano se acostumou.

 

Estamos acostumados a lamentar o incômodo da mudança. Melhor seria se fossemos educados para a mudança do incômodo.

Problema tratado é problema resolvido. Ainda que tenhamos que aceitar que problema sem solução, solucionado está!

 

As pessoas vivem em busca de oportunidades. Oportunidades não significam ausência de problemas, mas justamente o contrário. Riquezas vão para os locais onde os problemas encontram solução!

As grandes potências mundiais não são líderes em tecnologia por acaso.

 

Ao se dar conta que a fome é um grande problema, muitos, para reduzir seus males, passaram a negociar alimentos e criaram o maior negócio do mundo. Estão ai os mercados, mercadinhos e mercadões na história da humanidade.

 

A grande dificuldade é ter a capacidade de isolar as oportunidades no meio dos problemas!

Como o garimpeiro que separa as pepitas dos cascalhos...

A mesma força das águas que arrastam barcos, também movem moinhos. Canalizá-la é o grande segredo.

 

O problema da solução é quando tentamos encontrá-la e somos parte desse problema.

O distanciamento da realidade faz com que pessoas que tem poder e obrigação de decisão deixem de viver no mundo real e passem a viver em um mundo virtual.

A distância engana a vista, reduz o tamanho das montanhas e também dos problemas.

 

Problema tem tanto medo de solução, quanto o homem de obrigação. A distância que desobriga da obrigação, permite ao problema por fim à solução.

 

Apesar da internet ter se tornado uma grande fonte de informações, vivemos momentos de carência. Afinal, a cada grande problema, a mídia nos mostra gestores afirmando: Eu não sabia!

 

Não sabemos de muitas coisas. Não sabemos porque não pudemos ser informados, não sabemos porque não quisemos ser informados.

Situações como essas trazem à luz, além da questão não resolvida, um agravante: a barreira para o encaminhamento da solução.

 

Gestor trancado, problema represado. Na sala do gestor, pouca coisa acontece...

Solucionador é aquele que têm os problemas não só ao alcance da vista, mas ao alcance das mãos!

 

O confronto nem sempre traz solução para o problema, mas se você não enfrenta o problema nunca descobrirá se há solução.

 

Antoine de Saint-Exupéry dizia: “Na vida, não existem soluções. Existem forças em marcha: é preciso criá-las e, então, a elas seguem-se as soluções.”

 

Desconhecer barreiras tem efeito milagroso. Lembre-se da frase: Não sabia que era impossível, foi lá e fez!

 

Benjamin Franklin trata a questão de forma direta e clara: “Viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença.”

 

A vida é uma estrada repleta de problemas, se você vai interromper sua caminhada ou vai seguir em frente, a escolha é sua.

Cada problema resolvido é um problema a menos para se preocupar!

 

Problemas podem ser tratados como cálculos matemáticos: Você pode multiplicá-los, dividi-los, somá-los ou subtraí-los.

 

O segredo é encará-lo: apenas montando a equação, poderá ir em busca da solução.

 

Ivan Postigo

Diretor de Gestão Empresarial

Articulista, Escritor, Palestrante

Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

Fones (11) 4496 9660 / (11) 99645 4652

Twitter: @ivanpostigo

Skype: ivan.postigo

Exibições: 55

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço