Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Nossa vida é feita quando estamos em movimento

Em uma das maiores redes de televisão do mundo, uma jornalista contava que no início da carreira invadiu a sala de um diretor dessa emissora e disse: - Estou aqui porque quero trabalhar com você!

Ao ouvir isso a plateia se assustou. Pensaram, certamente, que fora expulsa.

Que nada! Foi contratada na hora, e faz muito sucesso até hoje.

 

Um senhor queria trabalhar em uma grande empresa, mas devido à idade não adiantava a insistência, por mais que tentasse não conseguia uma vaga. Todos os dias ele varria a calçada da empresa, e falava de seu sonho. Foi contratado e fez a carreira que almejava.

 

A primeira mulher a se tornar bilionária como escritora jamais abandonou seus sonhos. Quantas horas ela não passou em um café escrevendo, escrevendo, sem que encontrasse alguém que a ajudasse!  E quantos não lhe disseram para arrumar um emprego, que aquilo não lhe daria futuro!

Um dia, timidamente, apareceu um editor que fez uma pequena aposta, abrindo uma porta para o mundo. E que porta para ambos!

 

Nos momentos mais difíceis, os feitos não parecem grandes, mas como negá-los depois da concretização?

Toda caminhada, por mais longa que seja, começa com o primeiro passo.

O primeiro passo é inesquecível, pergunte a um pai ou uma mãe o que pensam disso. Depois, tolos, nos esquecemos dessa premissa.

 

Os passos do homem também tem o efeito borboleta!

Essa teoria afirma que “o simples bater das asas de uma borboleta pode afetar o curso natural das coisas e provocar um tufão no outro lado do mundo!”.

 

Ah, que nos digam os efeitos provocados pelo caminhar de Steve Jobs e Bill Gates, desde muito cedo.

 

O movimento que leva o homem ao topo do Everest e ao fundo dos oceanos, é cercado de outros milhares de passos.

 

Quando olhamos cada produto que nos cerca e nos interessamos por saber como é feito, nos maravilhamos com a luz da inteligência e nos assombramos com o poder de transformação de cada caminhar.

 

Heron de Alexandria, que viveu entre 10 D.C. e 70 D.C, ficou conhecido por inventar um mecanismo para provar a pressão do ar sobre os corpos. A história o registra como o primeiro motor a vapor documentado, a eolípila.

 

Olhar o vapor saindo de uma chaleira muitos fizeram nesta vida, mas transformá-lo num recurso que daria grande impulso à história da humanidade, era um para poucos. Assim, em 1698,Thomas Newcomen inventou uma máquina para bombear água, a vapor, usada com frequência para drenar as minas.

E, James Watts permitiu que muitos acompanhassem esse caminhar ao melhorar o motor a vapor, que foi o grande alicerce da Revolução Industrial.

 

Passos que mudaram o mundo. Este nunca mais seria o mesmo!

 

Muito aprendemos ao ler biografias, pois lá está o registro dos motivos que fizeram caminhar Freud, Einstein, Darwin, Galileu, Colombo, e tantos outros que, instigados pelas dúvidas e perguntas que enchiam suas mentes, partiram para uma caminhada de descobertas.

 

Um tijolo sozinho não sobe paredes.

Se queres uma catedral, caminhar é fundamental!

Ao dobrar os sinos, levanta e anda.

A vida te espera.

E, com ação, há sempre muito o que  esperar da vida.

 

Ivan Postigo

Diretor de Gestão Empresarial

Articulista, Escritor, Palestrante

Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

Fones (11) 4496 9660 / (11) 99645 4652

Twitter: @ivanpostigo

Skype: ivan.postigo

 

Exibições: 71

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço