Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Setor lança "desempregômetro" para contar vagas perdidas para a importação

 

 

Do artigo: " deterioração da balança comercial da indústria de transformação impediu a criação de 4,2 milhões de empregos no setor no país de 2006 a 2011"

 

Setor lança "desempregômetro" para contar vagas perdidas para a importação

 

 
Valor Econômico - 09/03/2012

 

 

O aumento das importações e a conseqüente deterioração da balança comercial da indústria de transformação impediu a criação de 4,2 milhões de empregos no setor no país de 2006 a 2011. O balanço foi apresentado nesta quinta-feira pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas (Abimaq), que lançou o "desempregômetro", um painel eletrônico instalado na sede da entidade, em São Paulo, para informar o número de vagas que deixam de ser criadas no Brasil, como parte de um movimento para deter a desindustrialização da economia.
"O setor está sendo arrasado com o tsunami de importações, principalmente dos países asiáticos", disse o presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto, numa alusão à crítica da presidente Dilma Rousseff contra o "tsunami" de capital especulativo originário dos países desenvolvidos que prejudica as economias emergentes. Conforme o executivo, o governo precisar reforçar as medidas macroeconômicas de apoio à produção nacional, ampliar a"defesa comercial do país, acabar com os incentivos às importações e estimular o investimento produtivo no país.
A estimativa de perda de empregos potenciais leva em conta a projeção de que cada R$ 1 milhão de produção nacional em substituição às importações abriria 28 novas vagas na cadeia produtiva em questão, explicou Aubert Neto. Para 2012, a previsão é que 765 mil empregos deixarão de ser criados, em consequência de um déficit de R$ 99 bilhões na balança comercial da indústria de transformação. "Mais da metade desses empregos são gerados na China", comentou o executivo. Segundo ele, a indústria de transformação brasileira emprega 12,2 milhões de pessoas.
As medidas sugeridas integram o "Grito de Alerta", documento assinado por 18 entidades empresariais e de trabalhadores, da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) à Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT, e já entregue ao presidente do Senado, José Sarney. As propostas vão pautar manifestações agendadas para várias capitais entre março e maio.
Segundo Aubert Neto, o movimento foi criado para "pressionar" e "ajudar" o governo a fazer as reformas necessárias e já conta com o apoio de mais de 30 entidades.
Para o presidente da Abimaq, o Banco Central tomou uma decisão "certíssima" ao reduzir a taxa Selic em 0,75 ponto na quarta-feira para 9,75%, depois do "susto" provocado na véspera pela divulgação do baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2011, que ficou em 2,7%, e especialmente da indústria, com alta de apenas 1,6%

Exibições: 65

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de andre eduardo em 15 março 2012 às 13:46

Volto a defender a ideia de se criar o sonegometro. Painel onde uma serie de empresários colocaria quanto pagam em impostos por mes em média. Seria estipulado um mes em que os impostos não fossem pagos . O governo então saberia o tamanho do "nabo", caso não atendessem a revindicações. E não poderiam dizer que não foram avisados. Logico uma proteção teria de ser dada a estas empresas!!! Vamos pro judiciario, lá são só 11 que temos de comover !

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço