Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Longe da Copa em campo, Taiwan lucra como poucos na produção de uniformes.

Taiwan, que, em campo, não se classificou para a Copa do Mundo no Brasil, é um dos países que mais se beneficiam com o campeonato, com a produção de tecidos para as equipes participantes, afirmaram fontes da indústria têxtil na manhã desta terça-feira.

A maioria das seleções de futebol que participam do Mundial tem camisa produzida com um tecido feito a partir de garrafas de bebidas de plástico reciclado, que mantém o corpo seco, material desenvolvido em Taiwan.

O país asiático desenvolveu esse tecido para reciclar 4,5 milhões de garrafas plásticas usadas anualmente na ilha e também pela necessidade de elevar o nível tecnológico de seu material, combatendo a crescente concorrência da China.

As primeiras camisas com o tecido de Taiwan foram usadas na Copa do Mundo da África do Sul, há quatro anos. Os modelos também têm sido usados por habitantes locais, já que se adaptam bem ao clima quente e úmido da ilha.

Segundo a Fifa, a estimativa é que a Copa do Mundo vai gerar 40 milhões em receita para a indústria de vestuário, e as empresas têxteis de Taiwan terão sua parte nesses ganhos.

http://boainformacao.com.br/2014/07/longe-da-copa-em-campo-taiwan-l...

Exibições: 424

Responder esta

Respostas a este tópico

Sem estar relacionado com a reportagem acima, porém não consigo guardar para mim que ironicamente, talvez a industria têxtil que menos lucra com a Copa no Brasil seja justamente a nossa, a brasileira.

Infelizmente, é fruto da nossa propria ineficiencia, desde net working e no dinamismo das negociacoes de oportunidades. Ficamos sempre esperando aparecer pedido. 

Muita gente critica a alta taxa de impostos do pais, mas na realidade antes de tudo é enxergar as oportunidades de negocios para alavancar a industria nacional. Nao somos dinamicos e muito menos organizados, somos muitos individualistas do tipo " cada um pra si ", veja os resultados economicos, esta bem claro, uns super bem outros quebrando. As entidades de classe nao esta organizado suficiente para ajudar as empresas. 

Hiroshi voce falou tudo. Os pequenos empresarios, eles, "ficam esperando aparecer pedido", ao invés de procurar oportunidades, tá aí  diferença  do empresario de sucesso.

Abs

Roberto

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço