Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Produção do setor têxtil e de confecção aponta recuperação

A produção física do segmento têxtil cresceu 4,2% e da confecção, 5,5%, nos quatro primeiros meses do ano comparando com o mesmo período de 2016. Os dados, que são elaborados pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), reafirmam a tendência de recuperação que se verifica no setor.  

Na comparação mensal, a produção têxtil subiu 2,2% em abril contra março deste ano. Por outro lado, no mesmo período, a confecção registrou baixa de 0,8% em sua produção.

Acumulada no período em % (base: mesmo período anterior)

Emprego 

O setor têxtil e de confecção segue abrindo novos postos de trabalho. De acordo com o levantamento, foram criadas 3.242 vagas em abril deste ano, sendo que, no mesmo mês de 2016, haviam sido fechadas 633 vagas.

De janeiro a abril, o saldo da geração de empregos foi de 16.633 novas vagas no setor têxtil e de vestuário, ante 32.453 em toda a indústria de transformação.

 

Balança comercial

De janeiro a abril, o valor em dólares das importações de têxteis e confeccionados cresceu 19% na comparação com os quatro primeiros meses de 2016 e as exportações recuaram 1,42%. O déficit da balança comercial aumentou em 25,34% no primeiro quadrimestre de 2017.

Apesar disso, dois segmentos apresentaram aumento nas exportações, nos primeiros quatro meses do ano: confecções (12,99%) e vestuário (15%).

Balança comercial (em milhões US$ FOB, sem fibra de algodão)

Fonte: Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio/Aliceweb

Varejo

No acumulado do trimestre, o volume de vendas avançou 4,7% e a receita nominal teve alta de 7,6%, comparado ao mesmo período de 2016. Apenas no mês de março, a alta foi de 11,7% em volume de vendas e de 13,7% na receita nominal, na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

Pesquisa Conjuntural Abit

De acordo com a pesquisa de conjuntura, realizada pela Abit, 53% dos empresários devem elevar a produção nos próximos meses e 47% informaram que manterão níveis pouco acima do registrado atualmente.

- See more at: http://www.abit.org.br/noticias/producao-do-setor-textil-e-de-confe...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 349

Responder esta

Respostas a este tópico

Caríssimo Romildo,

Todos já podemos nos Regozijar, por tão alvissareira notícia,

Romildo: boa tarde!!

Frequentemente vcs colocam informaçoes contraditorias.Hoje esta bom , vamos ver segunda feira proxima.!!!

O mercado é dinâmico, sobe e desce. A culpa não é do Romildo

jose augusto gonçalves disse:

Romildo: boa tarde!!

Frequentemente vcs colocam informaçoes contraditorias.Hoje esta bom , vamos ver segunda feira proxima.!!!

particularmente não acredito nestes índices....""aponta recuperação"'????eu continuo a olhar  empresas ""afundadas"" , semi falidas e boa parte com problemas para pagar tributos.., e a cada dia pior!!!basta pegar os 3 últimos anos e checar a quantidade de empresas e empregos perdidos na ""CADEIA TÊXTIL"" ....basta andar nos grandes centros atacadistas, e notamos uma situação péssima!!!

ABIT....não faça uma evolução trimestral .....faça pf , mês a mês de de 2014 até hoje...estamos bem longe de nossa necessidade e com 14 milhões de desemprego!!!!

adalberto



adalberto oliveira martins filho disse:

particularmente não acredito nestes índices....""aponta recuperação"'????eu continuo a olhar  empresas ""afundadas"" , semi falidas e boa parte com problemas para pagar tributos.., e a cada dia pior!!!basta pegar os 3 últimos anos e checar a quantidade de empresas e empregos perdidos na ""CADEIA TÊXTIL"" ....basta andar nos grandes centros atacadistas, e notamos uma situação péssima!!!

ABIT....não faça uma evolução trimestral .....faça pf , mês a mês de de 2014 até hoje...estamos bem longe de nossa necessidade e com 14 milhões de desemprego!!!!

adalberto

É isso ai, comparar o roto e o rasgado é fácil. 2016 estava muito ruim, um aumento de 2,5% sobre 2016, me desculpe é merda nenhuma.
Adalberto estou contigo.

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço