Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Gostaria de compartilhar com vocês, pois ando triste com que vem acontecendo com a Faculdade acima citada, mandando funcionários embora e contratando terceirizado que tenho certeza preços altos, bons professores sendo demitidos e estou vendo falar que estão até querendo acabar com o alojamento, a indústria têxtil necessita  daquela faculdade e eu não estou entendendo onde estão querendo chegar, tirar do RJ e investir no Nordeste com certeza lá terão mais votos, não que eles não mereçam mais tenho certeza que não precisa acabar com uma para abrir outra.

Preciso de alguém que possa me esclarecer o porquê de tantas mudanças e onde querem chegar antes que acabem com os cursos superiores onde nossos filhos cursavam uma boa faculdade e agente poderia ficar tranquilo pois tinha um lugar para eles ficarem, todos vocês porteiros, motoristas, funcionários da administração, professores, ex-alunos e alunos e ainda aquelas que se encontram ameaçados de serem demitidos vamos lutar porque se o professor Alexandre tinha algum erro com certeza ela amava o que fazia  e queria o melhor para a faculdade e alunos.

Se eu estiver errada, por favor, me perdoem mais se estão sentindo como eu, vamos expressar nossas opiniões e quem sabe poder fazer com que o CETIQT seja aquele ambiente acolhedor que poderíamos visitar nossos filhos, hospedar lá em época de formatura,mas se não isso pelo menos salvem o CETIQT. 

Exibições: 2720

Responder esta

Respostas a este tópico

meu caro amigo,o que esta   acabando não e as faculdades e o trabalho têxtil,a moda,os profissionais ,que tem uma ilusão do SFW,eu já foi aluno ,da UFMG estilo modelagem,1992,um curso muito fraco,fraco,fraco,.......se não tem emprego na aria, porque ter faculdade de moda.........a muitos estilistas que sabem de tudo de moda, sabem combinar perfeitamente, agora coloca eles para criar uma coleção vendável,sua empresa quebra,coloca eles para trabalhas numa fabrica de tecido,eles morrem de tédio, coloca eles para modelar as copias das revistas......

Vejo o Rio de Janeiro como o celeiro de Designers do Brasil. Grandes confecções buscam nos profissionais do Rio de Janeiro a criatividade e beleza que esta região exala. 

Espero que tudo que está acontecendo agora seja passageiro e Rio de Janeiro retorne a ter mais uma instituição de Ensino que veja a fornecer profissionais de ponta.

Cara Maria. Sou ex-aluno do ETIQT, formado em 1960 e como muitos técnicos da minha geração fizemos nestas décadas o grande desenvolvimento da nossa Inds. Têxtil que hoje, infelizmente encontra-se numa situação caótica. É lamentável, porém a culpa não está no CETIQT ou outra Instituição de formação profissional. É justo que devemos lutar para a permanência da existência do CETIQT, bem como criarmos uma situação para alavancarmos o possível retorno da nossa Inds. Textil ao seu lugar de destaque mundial, não só como lançadora de moda, mas também como produtora de tecidos e outros produtos têxteis da melhor qualidade. Para tal temos profissionais altamente gabaritados. Necessitamos de investimentos em pesquisas e tecnologias. A palavra chave é INCENTIVO.
Edgard Doring.

A palavra chave é INCENTIVO .não........... é  AMOR .....

Eu também ando alarmado e assustado.Porque jamais imaginava poder chegar  a esta situação.Por outro lado existe muito no Cetiqt corporativismo.Muitos docentes,profissionais que não fazia nada e ganhava valores exorbitantes.or outro lado outras tantas trabalhando,estudando e sendo mal remunerado.O que enxergo e fazer um baixo assinado e nos reunirmos.Porque do jeito que anda tende a acabar.

E lamentavel, aonde a politica fala mais alto com certeza some a competencia e assume a estupidez, a inconsequencia e acima de tudo o valor dado a quem nao sabe, em detrimento daqueles que praticamente fizeram a nossa industria textil, sofro tambem com isto, fui do tempo de Etiqt e dava orgulho dizer que era TT, hoje os que estao a frente do cetiqt sera que sabem o que e ser TT? Duvido muito, nao impota se e no Rio ou no nordeste, com esta politica de gestao nos envergonhara aonde quer que seja.
Lamentavel

vamos lutar  pelo TT,e hora de vcs que passaram por lar, da a voz,e colocar nome ,na direção atual,,,,,,,,,vamos chamar a mídia,escrever um testo brilhante,,,,,,,da historia,fundação. origem desta entidade fantástica que ajudou varias gerações.......

Carlos, bom dia ! Assino embaixo do que vc diz. Tb sou tecnico, TT, da 1a. turma de QT, 1970. Independentemente, da posição congruente em relação a isso que , infelizmente, vivemos. Me dê retorno, uma boa conversa é sempre gratificante. Muita saúde pra vc ! Atenciosamente, um colega ! Claudio

Carlos Roberto Araújo Daniel disse:

E lamentavel, aonde a politica fala mais alto com certeza some a competencia e assume a estupidez, a inconsequencia e acima de tudo o valor dado a quem nao sabe, em detrimento daqueles que praticamente fizeram a nossa industria textil, sofro tambem com isto, fui do tempo de Etiqt e dava orgulho dizer que era TT, hoje os que estao a frente do cetiqt sera que sabem o que e ser TT? Duvido muito, nao impota se e no Rio ou no nordeste, com esta politica de gestao nos envergonhara aonde quer que seja.
Lamentavel

Estão querendo "jogar" o setor têxtil nacional no "Abismo".

E "colocar" o setor têxtil estrangeiro no "pódio".

É uma boa estratégia ?   

Adivinhem que irá sair perdendo ?   (   )  Brasil   (   ) Têxteis Asiáticos

A história do CETIQT ainda tem que ser contada ! Estou escrevendo. Talvez, não deverá haver tempo de contá-la com ela de pé. Não tem nada haver em investir no NORDESTE ! Tem haver com politica, dissídia,  incompetência e corrupção A unica Escola Têxtil aqui em Paulista-PE o CERTTEX - Centro Regional de Tecnologia Têxtil - SENAI - DR PERNAMBUCO, criada com dinheiro e maquinas subssidiadas pelo Governo Japonês e pela Sudene na decada de 60, fechou há mais de 3 anos passados, por falta de alunos, segundo os dirigentes dos 3 "S" (leia-se FEDERAÇÕES DAS INDUSTRIAS e C.N.I.). Mas, assim que o LULLA inaugurou "UMA MÁQUINA" de TEXTURIZAÇÃO de filamentos de poliéster, quando deveria inaugurar 64 maquinas... compradas para ser montadas na Fábrica de Filamentos de Poliéster e Pet de SUAPE, A FEDERAÇÃO DAS INDIUSTRIAS DE PERNAMBUCO (cujo Presidente é Deputado Federal e dono de construtora), anunciou a construção de UMA NOVA ESCOLA TÊXTIL (e já construiu), para atender as necessidades de apenas uma FABRICA DE TEXTURIZAÇÃO DE POLIÉSTER ??? Ora, só em Pernambuco de 70 para cá fecharam 42 Fàbricas Têxteis, em sua maioria completas com : Fiação, Tecelagem, Tinturaria, Estamparia e Acabamento, mas em outros Estados vizinhos, como Paraíba, Sergipe principalmente, Rio Grande do Norte e também o Ceará, continuaram a crescer e modernizar suas industrias têxteis, independentemente de Suape. Antes do Projeto de Instalação de uma REFINARIA DE PETRÓLEO, que trouxe a idéia de instalar também uma Fabrica de Filamentos de Poliéster e Pet com 64 maquinas texturizadoras (que até o momento não estão ainda todas funcionando), JÁ FUNCIONAVA NO CABO A FABRICA DE FIBRAS DE POLIÉSTER DA MG GUISOLFI, EX RHODIA NORDESTE, que também instalou uma Fabrica de Filamentos de Poliéster e de PET em Suape, sem nenhuma necessidade de se construir uma NOVA ESCOLA TÊXTIL EXCLUSIVA. As Escolas Têxteis CETIQT - RJ E FRANCISCO MATARAZZO EM SP, atenderiam todo esse mercado, com técnicos e engenheiros têxteis, como sempre atendeu nos ultimos 64 anos de sua fundação. Na minha época, década de 60/64 ESTUDAVAM no CETIQT mais de 600 alunos, fazendo o curso de Técnico Têxtil que vinham de TODOS OS ESTADOS BRASILEIROS E TAMBÉM DE OUTROS PAISES DA AMERICA DO SUL. Não havia HOTEL/DORMITÓRIO, vivíamos em malocas alugadas nas casas de famílias do bairro do Riachuelo e Jacaré.Hoje, no CETIQT estudam apenas 123 alunos, nos cursos Técnico e Engenharia Têxtil. Existem hoje no CETIQT mais funcionários e professores do que ALUNOS! Por que ? Respondo : 1) O CNI e o SENAI administra mal a nossa educação têxtil, colocando dirigentes não comprometidos com a causa da industria têxtil e nem tampouco atualizados tecnologicamente para entender a AMPLIDÃO que cerca toda Cadeia Têxtil desde as FIBRAS até os diversos CAMPOS DE APLICAÇÃO nos diversos segmentos industriais das industrias Petrolíferas, Químicas, Medicinais, Automobilísticas, Bio-Tecnológicas, Nanotecnológicas, Inovações Tecnológicas etc, que utilizam os TÊXTEIS, mas, não tem técnicos têxteis nem engenheiros têxteis preparados para atender as DEMANDAS importantes dessas áreas ; 2) Dão enfase ao DESIGN & MODA onde tem seus alunos um poder aquisitivo maior e que podem pagar os CURSOS (que já existem em Universidades Particulares) e se livram das despesas das nossas ex-escolas que prepararam técnicos têxteis para substituírem vários estrangeiros que vieram aqui montarem as maquinas têxteis e ficaram assumindo a Chefia de Seções e Gerências das nossas Fábricas.

Nossa A.B.T.T. Associação BRASILEIRA de Técnicos Têxteis, deveria ASSUMIR uma posição de defesa de nossas Escolas Têxteis. Fechou o CERTTEX- PE vai fechar o CETIQT - PE e mais tarde a FRANCISCO MATARAZZO - S.P . Infelizmente há grupos comprometidos com Sindicatos Patronais, ABIT e também até com Escola Têxtil  de São Paulo, que pensam que não vai acontecer com eles ??? e não tem coragem de se comprometerem para defender o CETIQT,de seu precoce e breve sepultamento. Eu estou as ordens e sem medo de lutar por essa "CAUSA" !!!  

parabéns, muito abrigado,conte com minas gerais,,,,,,,

Grande amigo e colega Luiz Barbosa, num país que até o passado é incerto, você conseguiu contar em poucas palavras a história da instituição que formou tantos profissionais de alto nivel, como nós. 

Quanto sua opinião a respeito do que poderá acontecer talvez possamos ainda mudar.

Você citou nossa amada ABTT, ainda existe? Eu me lembro quando o Jessé, que ao morrer deixou uma lacuna imensa na história, quase que se tornou um Presidente vitalício da ABTT, porém algumas vezes você mesmo o substituiu. Naquele tempo existia ABTT, era respeitada, politicamente presente no cenário têxtil nacional.

Agora, meu amigo, que não passamos de "tecnossauros" pouco mais podemos fazer a não ser esperar nossa extinção.

Eliseu M. Magalhães


Luiz Barbosa Lima disse:

A história do CETIQT ainda tem que ser contada ! Estou escrevendo. Talvez, não deverá haver tempo de contá-la com ela de pé. Não tem nada haver em investir no NORDESTE ! Tem haver com politica, dissídia,  incompetência e corrupção A unica Escola Têxtil aqui em Paulista-PE o CERTTEX - Centro Regional de Tecnologia Têxtil - SENAI - DR PERNAMBUCO, criada com dinheiro e maquinas subssidiadas pelo Governo Japonês e pela Sudene na decada de 60, fechou há mais de 3 anos passados, por falta de alunos, segundo os dirigentes dos 3 "S" (leia-se FEDERAÇÕES DAS INDUSTRIAS e C.N.I.). Mas, assim que o LULLA inaugurou "UMA MÁQUINA" de TEXTURIZAÇÃO de filamentos de poliéster, quando deveria inaugurar 64 maquinas... compradas para ser montadas na Fábrica de Filamentos de Poliéster e Pet de SUAPE, A FEDERAÇÃO DAS INDIUSTRIAS DE PERNAMBUCO (cujo Presidente é Deputado Federal e dono de construtora), anunciou a construção de UMA NOVA ESCOLA TÊXTIL (e já construiu), para atender as necessidades de apenas uma FABRICA DE TEXTURIZAÇÃO DE POLIÉSTER ??? Ora, só em Pernambuco de 70 para cá fecharam 42 Fàbricas Têxteis, em sua maioria completas com : Fiação, Tecelagem, Tinturaria, Estamparia e Acabamento, mas em outros Estados vizinhos, como Paraíba, Sergipe principalmente, Rio Grande do Norte e também o Ceará, continuaram a crescer e modernizar suas industrias têxteis, independentemente de Suape. Antes do Projeto de Instalação de uma REFINARIA DE PETRÓLEO, que trouxe a idéia de instalar também uma Fabrica de Filamentos de Poliéster e Pet com 64 maquinas texturizadoras (que até o momento não estão ainda todas funcionando), JÁ FUNCIONAVA NO CABO A FABRICA DE FIBRAS DE POLIÉSTER DA MG GUISOLFI, EX RHODIA NORDESTE, que também instalou uma Fabrica de Filamentos de Poliéster e de PET em Suape, sem nenhuma necessidade de se construir uma NOVA ESCOLA TÊXTIL EXCLUSIVA. As Escolas Têxteis CETIQT - RJ E FRANCISCO MATARAZZO EM SP, atenderiam todo esse mercado, com técnicos e engenheiros têxteis, como sempre atendeu nos ultimos 64 anos de sua fundação. Na minha época, década de 60/64 ESTUDAVAM no CETIQT mais de 600 alunos, fazendo o curso de Técnico Têxtil que vinham de TODOS OS ESTADOS BRASILEIROS E TAMBÉM DE OUTROS PAISES DA AMERICA DO SUL. Não havia HOTEL/DORMITÓRIO, vivíamos em malocas alugadas nas casas de famílias do bairro do Riachuelo e Jacaré.Hoje, no CETIQT estudam apenas 123 alunos, nos cursos Técnico e Engenharia Têxtil. Existem hoje no CETIQT mais funcionários e professores do que ALUNOS! Por que ? Respondo : 1) O CNI e o SENAI administra mal a nossa educação têxtil, colocando dirigentes não comprometidos com a causa da industria têxtil e nem tampouco atualizados tecnologicamente para entender a AMPLIDÃO que cerca toda Cadeia Têxtil desde as FIBRAS até os diversos CAMPOS DE APLICAÇÃO nos diversos segmentos industriais das industrias Petrolíferas, Químicas, Medicinais, Automobilísticas, Bio-Tecnológicas, Nanotecnológicas, Inovações Tecnológicas etc, que utilizam os TÊXTEIS, mas, não tem técnicos têxteis nem engenheiros têxteis preparados para atender as DEMANDAS importantes dessas áreas ; 2) Dão enfase ao DESIGN & MODA onde tem seus alunos um poder aquisitivo maior e que podem pagar os CURSOS (que já existem em Universidades Particulares) e se livram das despesas das nossas ex-escolas que prepararam técnicos têxteis para substituírem vários estrangeiros que vieram aqui montarem as maquinas têxteis e ficaram assumindo a Chefia de Seções e Gerências das nossas Fábricas.

Nossa A.B.T.T. Associação BRASILEIRA de Técnicos Têxteis, deveria ASSUMIR uma posição de defesa de nossas Escolas Têxteis. Fechou o CERTTEX- PE vai fechar o CETIQT - PE e mais tarde a FRANCISCO MATARAZZO - S.P . Infelizmente há grupos comprometidos com Sindicatos Patronais, ABIT e também até com Escola Têxtil  de São Paulo, que pensam que não vai acontecer com eles ??? e não tem coragem de se comprometerem para defender o CETIQT,de seu precoce e breve sepultamento. Eu estou as ordens e sem medo de lutar por essa "CAUSA" !!!  

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço