Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Abapa inicia o processo de certificação do Programa Socioambiental da Produção de Algodão



A Bahia foi o primeiro estado do Brasil a iniciar o processo de certificação das propriedades que participam do Programa Socioambiental da Produção de Algodão (PSOAL). Com o objetivo de orientar o cotonicultor sobre a regularização e adequação ao cumprimento das legislações pertinentes às rotinas trabalhistas de segurança, saúde e meio ambiente do trabalho, o PSOAL, está sendo implantado pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), juntamente com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), nas propriedades rurais.

 


O processo de certificação referente a safra 2010/11, teve início no final de fevereiro e está sendo realizada pelo órgão certificador, Intertek do Brasil. Inicialmente estão participando 13 propriedades, das quais dez já foram auditadas e conseguiram atingir índices que permitem a certificação. As demais propriedades serão auditadas até o final do mês de abril.

 

Segundo o coordenador do PSOAL na Bahia, o engenheiro agrônomo, Maurício Lopes, com o início do processo de certificação está sendo evidenciado que as propriedades produtoras de algodão da região oeste estão respeitando as condições sociais trabalhistas. “O cotonicultor sabe a importância de um bom relacionamento com os funcionários. Não é só produção é o respeito ao trabalhador”, afirmou.

 

A metodologia implantada pela Abapa para desenvolver o PSOAL consiste em auxiliar o produtor através de inspeções locais e entrevistas de campo, a realizar uma auto avaliação das suas condições atuais, no que diz respeito ao cumprimento da legislação trabalhista vigente. “Através do preenchimento total de uma lista de verificação (check list), construída com base na legislação brasileira, obtemos um relatório contendo as irregularidades e a partir disso, elaboramos um plano de melhorias a serem adotadas pelo produtor”, explicou Maurício.

 

Os produtores associados interessados em aderir ao PSOAL devem entrar em contato com a Abapa para solicitar o termo de adesão e formalizar a participação no programa.

 

 

 

FONTE: Por: Cristiane Barilli | Abapa - imprensa@abapaba.org.br

Exibições: 94

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço