Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Espoliação Tributária

Fonte: Normas Legais

Jogo dos Governos é sugar de quem trabalha e produz para destinar a quem não quer trabalhar (leia-se, políticos apadrinhados e outros sanguessugas que vivem para espoliar a Nação)

Um fato que tem chamado a atenção de todos os contribuintes é a insensatez com que o governo persegue o aumento de tributação. Não apenas do Governo Federal, mas também dos Governos Estaduais, que insistem em tributar a mercadoria no futuro, através do regime de substituição tributária, cada vez mais intensamente e de forma descontrolada.

Uma prova da voracidade fiscal são os recordes de arrecadação (e também os recordes de gastos...), com  os governos soltando verbas para todo lado, prometendo mundos e fundos para o Legislativo, negociando contratos e aditivos, contratando marajás - enfim, "vendendo a alma" para abocanhar mais de R$ 1,5 trilhão anuais de nós, mortais contribuintes (projeção do sangramento de nossa sociedade produtiva, através dos quase 90 tributos cobrados no Brasil, para todo ano de 2012 do site impostometro).

Pergunte a qualquer contribuinte médio como se sente a respeito do tratamento que vem recebendo do governo – e ele dirá: “agredido, insultado, espoliado, roubado, humilhado, massacrado...”

Eu e você nos sentimos assim porque há pouca vergonha das autoridades em tratar o contribuinte brasileiro como cidadão de quinta categoria.

Temos que continuar escrevendo, reclamando e manifestando-nos. Senão o governo vai continuar com a espoliação tributária! Quem paga a conta somos nós, mas quem faz as besteiras são estes governantes cuja mediocridade e corrupção são um insulto a quem trabalha e produz!

Lembram-se do episódio da MP 232? Na época, havia autoridades fiscais chamando os profissionais liberais de “sonegadores”. Em entrevistas à imprensa, afirmaram também que o advogado, o contabilista e outros profissionais constituídos em empresa pagam pouco imposto! Além de ignorantes, tratam-nos como "privilegiados" – como se os profissionais liberais constituídos em empresas fossem culpados da desordem financeira, ética e moral deste "governo do povo"!

Nós temos que protestar, porque uma mentira grosseira como esta, muito repetida, pode fazer com que o público acredite! E aí teremos espaço para novos aumentos de impostos sobre a já combalida classe média brasileira!

 

Lembro que as empresas de serviços de pequeno porte pagam muito mais tributos que um trabalhador com carteira assinada – pois no cálculo deve-se computar não somente o Imposto de Renda, mas a Contribuição Social sobre o Lucro, o PIS, a COFINS, o INSS (patronal e o valor retido), o ISS, o ICMS e IPI na aquisição de materiais de trabalho, etc. Veja o artigo “Profissional Liberal paga Muito Imposto, Sim Senhor!”.

Chega de aumento de tributos! Chega de corrupção! Que o Governo Federal e os Governos Estaduais façam o dever de casa e economizem, melhorando sua gestão, reduzindo seus desperdícios e despachando esta montanha de apadrinhados políticos que sugam a Nação!

 

Exibições: 115

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de petrúcio josé rodrigues em 31 outubro 2012 às 9:55

Paculdino,

o autor deste TRATADO UNIVERSAL, QUE EXPLICITAÇÃO A  AGONIA  DO POVO BRASILEIRO, está  explicado por parte deste TRATADO QUANDO DIZ:

"Pergunte a qualquer contribuinte médio como se sente a respeito do tratamento que vem recebendo do governo – e ele dirá: “agredido, insultado, espoliado, roubado, humilhado, massacrado...”

nossa luta deve ser  confirmada a  cada dia, pelas redes sociciais, concordo grandemente.

também, nossas  atitudes devam ser moldadas nos procedimentos moldados no que INSTITUIU O STF, NO CASO MENSALÃO.

Comentário de Antonio Silverio Paculdino Ferre em 31 outubro 2012 às 8:58

Essa tem que ser a corrente para invadir todas as redes sociais, fazendo desse artigo, nosso verdadeiro Credo. Brilhante!

Comentário de Z em 30 outubro 2012 às 23:37

É nois na fita aê mano...

naquele som de rap, onde tudo ou quase tudo te atazana...

Nóis na fita entrando com a buzanfa e o governo com o pé, isso porque as criança tão na sala!

Segue o enterro ...

... o nosso.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço