Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Num mercado que valoriza cada vez mais a ética, os estilistas da Dolce & Gabbana são condenados por sonegação de impostos.

Campanha primevera/verão 2013 da Dolce & Gabbana.

Apontados como os bilionários da indústria da moda devido ao aumento do consumo dos produtos de luxo por novos mercados, os designers à frente da Dolce & Gabbana foram condenados, na semana passada, à prisão. O motivo: sonegação de impostos e formação de um paraíso fiscal em Luxemburgo. Domenico Dolce e Stefano Gabbana vão recorrer e aguardam em liberdade.

 

O Brasil teve, há alguns anos, um episódio parecido no caso da megabutique Daslu. Em 2005, Eliana Tranchesi e seu irmão, Antonio Carlos Piva de Albuquerque, foram presos ao por causa do esquema de sonegação de imposto de mercadorias importadas, revelado pela operação Narciso, da Polícia Federal. À época, Tranchesi pôs a culpa nas importadoras. Em janeiro de 2013, a joalheria Bulgari, parte do grupo LVMH, passou por acusação parecida.

 

Exemplos não faltam de "mau comportamento" na indústria da moda, da sonegação de impostos ao tratamento péssimo com a mão-de-obra, neste grandes varejistas de fast-fashion à frente, mas não as únicos.

 

Desrespeito a direitos trabalhistas, descumprimento de leis, sonegação fiscal: exemplos a não se seguir, em tempos em que ética (que anda de mãos dadas com a sustentabilidade) é imprescindível para a imagem de uma empresa.

 

Vivian Berto

leia o post no blog.

Tendere - Pesquisa de Tendências e Consultoria em Moda, Beleza e Design

www.tendere.com.br

Exibições: 334

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Oscar da Silva em 27 junho 2013 às 14:38
Isso Aline. Comente, participe, leia.

Vc não tem ideia o quanto esse blog me enriquece de conhecimento e argumentação, não apenas em assuntos inerentes a Moda.

Chega ao cumulo de pessoas em reunião comigo
, acharem que sou inteligente rsrsrs
Comentário de Aline Cândido da Rocha em 27 junho 2013 às 14:21
Gostei dos intelectos, vou comentar mais....
Comentário de Antonio Silverio Paculdino Ferre em 27 junho 2013 às 10:56

De acordo com Aline. Dependemos sempre e em todas relações de exemplos dos superiores. Em 6 meses de governo Janio Quadros, até cartas e telegramas que nunca chegavam, passaram a ser entregues com rapidez de invejar os EE.UU. daquela época.

Comentário de Oscar da Silva em 27 junho 2013 às 10:53
A Operação Narciso deveria ser chamada de Operação Boi de Piranha. Quem não conhece o termo, me solicite que explico.

Foi um artifício para tirar os holofotes do mensalão, que eclodiu naquela semana.

Na realidade a querida Eliana e magnatas Dolcce e Gabanna, não passam de amadores no quesito sonegação, se comparados a qualquer empreiteirasinha ou outras que estão no mercado.

Agora, se quiserem mestrado ou terem doutorado reconhecido pelo governo, deveriam se espelhar nos banqueiros
Comentário de Aline Cândido da Rocha em 26 junho 2013 às 20:21
E os maus exemplos do governo? Na Italia nao e mto diferente do Brasil. Só quem trabalha com moda sabe o quando e difícil. Com a carga tributaria atual nao vejo que sonegação seja o super mau exemplo, mas sim que a penalização pega e isso pode manchar a imagem da marca.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço