Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

A Kering, segundo maior conglomerado de luxo do mundo, atrás da LVMH, e controladora da Puma, pretende se desfazer do controle da companhia de artigos esportivos. O conselho de administração da Kering propôs submeter aos seus acionistas o plano de distribuir para eles 70% das ações da Puma.

Atualmente, 86,3% das ações da Puma estão nas mãos da Kering. Com essa operação, a Kering passaria a deter em torno de 16% das ações da Puma em circulação.

A Artémis, que detém 40,9% das ações da Kering, também se tornaria um acionista estratégico de longo prazo da Puma, com uma participação acionária de cerca de 29%. As ações da Puma em livre circulação teriam uma ampliação para aproximadamente 55%, ante atuais cerca de 14%.

O plano permitirá à Kering reforçar a sua atuação como um grupo puramente de luxo. E também proporcionará melhora na sua rentabilidade. O conglomerado é dono de 12 marcas, incluindo Gucci, Bottega Venetta, Alexander McQueen e Stella McCartney.

Segundo a Kering, os acionistas se beneficiarão diretamente do potencial de geração de valor da marca esportiva, quando adquirirem as ações da Puma. Em 2015, a Kering já havia anunciado publicamente seu interesse em vender a participação que tinha na Puma, mas o plano não foi levado adiante na época.

https://www.pressreader.com/brazil/valor-econ%C3%B4mico/20180112/28...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 168

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço