Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Morre, aos 91 anos, o empresário Roberto Constâncio Vieira-Industrial têxtil.

O empresário Roberto Constâncio Vieira, um dos maiores nomes da história empresarial de Sergipe e do Brasil, morreu na tarde desta segunda-feira (27), em casa, no bairro Atalaia, em Aracaju. De acordo com informações apuradas por F5 News, o empresário se sentiu mal, e sofreu uma parada cardíaca.

A morte do empresário, que tinha uma trajetória de mais de 70 anos de vida empresarial, foi confirmada por seu filho, Ruy Vieira, no início da noite. Roberto Constâncio Vieira faleceu aos 91 anos, 35 dias depois do falecimento da esposa, Maria Cândida Vieira, que morreu no último dia 22 de maio.

Nascido em 21 de março de 1925, Roberto Constâncio Vieira começou muito jovem na vida empresarial. Ainda adolescente, trabalhou nas empresas do pai, Constâncio Vieira, as quais se tornariam um dos maiores conglomerados empresariais do Brasil. Ele iniciou a vida empresarial na empresa Vieira Sampaio, Indústria e Comércio, mas se enraizou na cidade de Estância, onde estabeleceu o próprio negócio, trazendo desenvolvimento para a região centro-sul de Sergipe.

Roberto Constâncio Vieira atuou nas áreas de comércio e indústria de tecidos em Sergipe e no Ceará. Também investiu no setor de produção de bebidas e ergueu duas fábricas de refrigerantes: uma em Sergipe e outra em Alagoas, além de uma cervejaria na Bahia, construiu uma fábrica de cosméticos, indústria de água mineral e atuou no ramo de transportes, projetando cada vez mais o legado idealizado pelo pai, em 1912. Trabalho que consolidou os 104 anos de existência do Grupo Empresarial Constâncio Vieira.

O último grande investimento de Vieira na área empresarial resultou na recente inauguração da fábrica de vidros Saint Gobain, a IVN.

Ação social

O foco empresarial de Roberto Constâncio Vieira só não superava a sua conhecida prática de amor ao próximo, por meio de ações sociais que trouxeram um grande desenvolvimento urbano para a cidade de Estância, onde ele construiu mais de 500 casas no bairro Bomfim, para moradores da cidade, que pagavam um valor irrisório de aluguel, tendo depois doado os imóveis para as famílias do município. Ainda hoje, ele é lembrado como o homem que promoveu uma transformação na Cidade Jardim. Ele também construiu uma escola na cidade na década de 60.

O presidente da Fecomércio, deputado federal Laércio Oliveira, lamentou a morte do empresário. “Perdemos o maior empresário dos últimos 100 anos da história de Sergipe. Roberto Constâncio Vieira foi o maior ícone de empreendedorismo de nosso estado, promovendo grandes transformações na vida de todos os sergipanos. Foram milhares de empregos que ele gerou com suas empresas, milhares de sergipanos beneficiados com suas ações sociais, milhares de sergipanos que sabiam da sua história marcada por trabalho. Ele foi um grande vencedor na vida e isso o faz ser um homem de eterna memória em Sergipe”, afirmou Laércio.

Através de redes sociais, o governador de Sergipe, Jackson Barreto, também lamentou a perda do empresário. “Roberto Constâncio Vieira foi um grande empresário, que atuou não só em Sergipe, como em Alagoas. Visionário, ele investiu no ramo de água e refrigerantes quando o mercado ainda era desconhecido, abrindo um novo nicho em Sergipe. Roberto preocupou-se não só com o desenvolvimento industrial, como em oferecer emprego a diversos trabalhadores. Com sua partida, o estado perde um excelente empreendedor, que construiu um legado, e um cidadão atuante”, disse o governador

Roberto Constâncio Vieira será velado na manhã desta terça-feira (28), no Cemitério Parque Colina da Saudade, e será enterrado às 15 horas. O empresário deixa quatro filhos, Ruy, Roberto Filho, Cândida Vieira e Constância, netos, bisnetos e a seu nome na história de mais de 50 mil pessoas que trabalharam nas empresas de seu grupo empresarial.

Exibições: 1056

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Rubens Jose Onorio em 30 junho 2016 às 16:38
Meus sinceros pêsames aos familiares.
Comentário de Edson Machado da Silva em 30 junho 2016 às 11:16
Meus sinceros sentimentos à família Constâncio Vieira!

Edson Machado
Comentário de Hiroshi Yamamoto em 29 junho 2016 às 23:58

Minhas sinceras condolencias.

Hiroshi Yamamoto

YAIT-YAMAMOTO Assessoria Indl Textil Ltda

Comentário de Julio Caetano H. B. C. em 29 junho 2016 às 19:14

Com certeza Dr. Roberto Constâncio Vieira continuará nos orientando, pessoalmente e empresarialmente.
Juntamo-nos à Família enlutada.

Cordiais Saudações Associativas
Julio Caetano H.B.C.

Comentário de Joni Dutra Neves em 29 junho 2016 às 16:46

Poxa, é uma pena! Realmente um grande homem.

Meus sentimentos para os familiares.

Comentário de Guilherme Francisco Soares Rocha em 29 junho 2016 às 16:42

Sem sombra de dúvida um dos maiores ícones da Indústria Têxtil Brasileira de todos os tempos.  

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço