Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Obras históricas enfocam importância social do vestuário

Fonte:|.clicrbs.com.br/especial/sc|
Márcia Feijó

Indo além das tendências, livros analisam a influência da indumentária ao longo dos séculos

Traduções de três livros sobre história e teoria da moda, escritos por renomados pesquisadores, chegaram ao mercado brasileiro recentemente. São obras que vão muito além de tendências, e trazem importantes enfoques sobre a influência – e a consequência – do vestuário no desenvolvimento da humanidade.

História Ilustrada do Vestuário, da norte-americana Melissa Leventon, é uma obra de referência, apropriada para quem deseja estudar as origens da indumentária. A autora aborda desde o Egito Antigo até o final do século 17, explorando não somente a evolução do tempo como apontando a diversidade cultural entre os povos e as diferenças de classes sociais. Há um capítulo especial sobre acessórios e um abrangente glossário, ao final do livro.

Melissa utiliza o trabalho de dois artistas gráficos do século 19 – Auguste Racinet e Friedrich Hottenroth – para ilustrar a publicação, quase toda em páginas coloridas. Além disso, as legendas descrevem peças e usuários com riqueza de detalhes. Entretanto, a própria autora avisa que embora os desenhos sirvam como uma boa base, não podem ser considerados fiéis.

A pesquisadora britânica Rosemary Howthorne abordou um item controverso do guarda-roupa em Por Baixo do Pano – A História da Calcinha. A evolução da sociedade em relação à "peça íntima feminina", assim como as modificações de suas próprias formas, estão no livro. Os textos são mais extensos e analíticos. A publicação é ilustrada em preto e branco.

Curiosamente, Howthorne, autoridade em história do vestuário, é formada em Artes Dramáticas pela Royal Academy. Ela é conhecida, inclusive, pelo apelido de "Knicker Lady" ("Dama das Calcinhas"), título do espetáculo que encena.

Bem mais antigo que os outros dois livros já citados – originalmente lançados no ano passado –, Sistema de Moda, de Roland Barthes, foi publicado em Paris, 1967. Agora, ganhou aqui uma nova edição integrada às comemorações do Ano da França no Brasil.
Trata-se de um clássico da semiologia aplicada a um fenômeno cultural, ainda hoje estudado nas escolas de Comunicação Social. Barthes utiliza artigos publicados na imprensa para desenvolver uma análise semântica do vestuário a partir do discurso sobre moda.

O livro faz parte de uma coleção dedicada às obras do intelectual francês, dirigida e organizada por Leyla Perrone-Moisés. A lista inclui ainda Inéditos Vol. 3 – Imagem e Moda.
DONNA DC

Exibições: 90

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço