Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Para fugir da crise, Lula tira 12 dias de férias

Para fugir da crise, Lula tira 12 dias de férias
Fonte: Brasil 247
A crise aberta pela Operação Porto Seguro, que vasculha ocorrências na representação da Presidência da República em São Paulo e pode levar para a cadeia, entre outros, a ex-secretária Rosemary Noronha, será vista, nas próximas duas semanas, pelo retrovisor – e à grande distância – pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em meio a todas as especulações sobre sua proximidade com Rosemary, que o acompanhou, enquanto presidente, a vinte e duas viagens internacionais, Lula resolveu atender a compromissos "agendados anteriormente", segundo sua assessoria. Essa agenda internacional terá 12 dias, e começa na segunda-feira 2. Catar, Paris, Berlim e Barcelona serão as capitais em que Lula irá aterrissar. Na primeira delas e na Cidade Luz, fará palestras remuneradas a um público cuja lista não foi revelada. Na praia catalã e na moderna capital alemã, ele receberá, respectivamente, o Prêmio Catalunha, para personalidades de destaque no cenário internacional, e uma homenagem do sindicato dos metalúrgicos da Alemanha, considerado um dos mais ricos e poderosos do mundo.
Com o périplo, que deverá ter a participação da ex-primeira dama Marisa Letícia, Lula dá um largo passo para deixar para trás, ao menos fisicamente, todas as pressões que o cercam a partir da detenção de Rosemary Noronha e o desbaratamento, pela Polícia Federal, do esquema de troca de favores que ocorria a partir da sede da Presidência em São Paulo. Já se sabe que esse esquema envolvia diretores das agências nacional de Águas e da Aviação Civil e, fortemente, o agora ex-advogado geral adjunto da União. A presidente Dilma Rousseff já avisou que não se importará nem um pouco se todo o grupo passar por desgastantes e complicados depoimentos ao Congresso Nacional.
Logo após o desfecho das eleições municipais, nas quais Lula obteve uma retumbante vitória política com a eleição de Fernando Haddad para a Prefeitura de São Paulo, o ex-presidente recebeu no Instituto Lula, de onde despacha, o advogado e ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos e, em seguida, os condenados pelo mensalão José Dirceu e José Genoíno, ex-presidentes do PT. Aos dois, a partir de avaliações feitas com Bastos, recomendou silêncio absoluto sobre todos os problemas na Justiça e, agora, na Polícia Federal, que os integrantes do partido estão enfrentando. Ao afivelar suas próprias malas para sair, ao menos
momentaneamente do olho do furacão, Lula dá o exemplo, à sua maneira, de que, da sua boca, nada de relevante sobre os casos em curso irá sair.
"Ele não deve nenhuma explicação sobre esse caso", disse o advogado Marco Aurélio Carvalho. "Não há nenhuma investigação contra ele, não tem o que comentar". Para ele, o ex-presidente não deve explicações nem mesmo sobre as 22 viagens internacionais feitas por Rosemary na comitiva presidencial, durante seu governo. "Era prerrogativa do cargo dela, não há nenhuma irregularidade nisso".
Fundador do PT e famoso por sua defesa de bandeiras éticas, o jurista Hélio Bicudo pensa, digamos, um pouco diferente: "Lula ajudaria muito no esclarecimento dos fatos se falasse a respeito do que sabe sobre o uso da máquina pública por funcionários graduados de seu governo".
Agora, porém, para o ex-presidente, o que está na agenda são a torre Eiffel, o portal de Brandenburgo, as praias barcelonesas e os encantos do mundo árabe.

Exibições: 167

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de petrúcio josé rodrigues em 1 dezembro 2012 às 13:45

EDUARDO BLATT,

BOA TARDE.

DESCUPE A CONFUSÃO QUE  FIZ.

COM CERTEZA VOCE RETRATA  A REALIDADE.

TAMBÉM ERA  ASSIM COM ALCAPONE,  PROCURE  RELEMBRAR  A  ATITUDES  DESSE MESTRE  DO CRIME.

Comentário de Eduardo Ferreira Blatt em 1 dezembro 2012 às 10:58

Parece a trilha do filme "Os intocáveis", neste caso deve ter o nome de "O Intocável".

Comentário de petrúcio josé rodrigues em 1 dezembro 2012 às 10:21
Luiz Barbosa Lima, nossos pricipios "basilar" no condiciona a INDIGNAÇÃO, ao ouvirmos
e lermos tamanha irracionalidade.
entendo seu sentimento e aprovo porque penso da mesma forma.
os europeus e outros povos, não "SABEM DA MISSA UM TERÇO.............".
Quiçá outros brasileiros se engagem nessas nossas atitudes.
com mcerteza nossas notícias para ou europeus, sejam lixo e eles passam a engolir
"serpentes" , pensando ser peixe de primeira, logo eles descobrirão.
Comentário de Luiz Barbosa Lima em 1 dezembro 2012 às 10:10

Por que esses Sacanas europeus que maltratam os brasileiros nos seus aeroportos, premia esse canalha ladrão, pagam para ouvir as asneiras dele. Será que não lêem Jornais ?

Comentário de alfredo cardoso Neto em 1 dezembro 2012 às 9:24

Isto parece cena do filme " O FUGITIVO  " nada como uma escapadela para a poeira baixar. Tomara que não volte.  

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço