Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Fonte: jornal TODODIA-Americana-SP: Volume representa 1,5% de todos os produtos que foram vendidos para o exterior pelas empresas da RMC.

Produtos da cadeia têxtil representaram 1,5% das exportações da RMC (Região Metropolitana de Campinas) em 2010. O conjunto dos 19 municípios movimentou US$ 5,141 bilhões em vendas externas no ano passado, sendo que as mercadorias ligadas ao têxtil e vestuário foram responsáveis por US$ 78,399 milhões. Esse desempenho do setor têxtil regional na atividade de comércio exterior, foi puxado pelas cidades de Americana, Santa Bárbara d"Oeste, Nova Odessa e Sumaré, que somaram US$ 71,894 milhões.

O balanço das exportações têxteis toma por base dados do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior). Em 2009, a participação das mercadorias têxteis e de vestuário representou 1,3% da movimentação financeira da RMC nas exportações. Para Fábio Beretta Rossi, presidente do Sinditec (Sindicato das Indústrias de Tecelagens de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara d'Oeste e Sumaré), o setor conseguiu, praticamente, manter o market share (paticipação total no mercado) regional exportador.

Esse desempenho se deu, segundo Beretta Rossi, pelas vendas de produtos têxteis químicos, como fibras de raiom viscose, têxteis agrícolas, como algodão simplesmente debulhado, e acabados e elaborados, como o índigo (denim).

" Quanto à questão dos têxteis agrícolas é que empresas revenderam produtos ". As exportações de mercadorias da cadeia têxtil de Americana movimentaram US$ 53,664 milhões em 2010.

Em Santa Bárbara d'Oeste, segundo Beretta Rossi, os destaques foram os produtos acabados e elaborados e os tecidos em índigo blue (denim), que representaram 45% da movimentação financeira exportadora, que atingiu a US$ 11,403 milhões, ante os US$7,944 milhões em 2009. Além dessa duas cidades, os outros municípios que exportaram foram Artur Nogueira (US$ 1,348 mi), Indaiatuba (US$ 3,784 mi), Itatiba (US$ 2,44 mi), Nova Odessa (US$ 3,618 mi), Pedreira (US$ 277,963 mil) e Sumaré (US$ 3,209 mi).

Exibições: 118

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço