Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

 

 Fonte : [ diário do comércio ]

As confecções de vestuário – produtos acabados – tiveram redução de 12,3% nas exportações, enquanto as importações subiram 71%, na mesma comparação.
Sergio Leopoldo Rodrigues - 28/2/2011 - 22h20


A indústria têxtil nacional alerta: real valorizado aumenta as importações de produtos acabados da Ásia e ameaça 'desindustrializar' a cadeia têxtil, além de gerar empregos fora e reduzir criação de vagas de trabalho no Brasil, informou Robert Schoueri, membro do Conselho Superior da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e diretor da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Ele recorreu a dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic) para demonstrar que as exportações do setor têxtil, em janeiro deste ano, cresceram 11,1%, em relação a igual período em 2010, enquanto as importações saltaram 36,1%. Além disso, as confecções de vestuário – produtos acabados – tiveram redução de 12,3% nas exportações, enquanto as importações subiram 71%, na mesma comparação.

No mercado interno, Schoueri citou dados de vendas e produção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que registram alta de 16,6% no volume de vendas em 2010, enquanto a indústria têxtil sediada no Brasil cresceu apenas 4,3% no mesmo período. "A diferença foi preenchida pelo aumento das compras externas. Isso explica o crescimento de mais de 36% nas importações da indústria", destacou o empresário, durante a reunião de conjuntura da ACSP.

Outro indicador utilizado por Robert Schoueri foi o do CAGED/MTB que mostra a criação de 6 mil empregos em janeiro de 2011, ante 8,2 mil em janeiro de 2010. Isso representa uma queda de 26,3% na criação de vagas no setor. "Certamente essa queda representou a criação de novos empregos no exterior, notadamente, na Ásia", observou. Ele acrescentou que essas distorções vêm basicamente da valorização do real em relação ao dólar, ocorrida nos últimos anos. "O que é insustentável para o setor industrial nacional, em especial, para o têxtil."

Exibições: 124

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Tadeu Bastos Gonçalves em 1 março 2011 às 19:31
Muitas empresas com administração moderna e criatividade, desbravam com competitividade mercados latino americanos e até europeus. É difícil, sim, mas não desesperador. É como faz a mãe natureza, uma seleção natural é preciso e parece estar acontecendo a algum tempo.
Comentário de Fabio Germiniani-TRIUMPH TEXTIL em 1 março 2011 às 15:21
Outro problema que nosso amigo Sam nao comentou é a morosidade do nosso governo frente aos problemas emergenciais!! Precisamos que seja feito algo pra "ontem" , as industrias menores ja apresentam sinais de fraqueza...
Comentário de Sam de Mattos em 1 março 2011 às 13:03
HORA DE : (1) Taxar os IMPORTADOS. (2) DE EFETIVAMENTE CACAR OS CONTRABANDISTAS. (3) ABRIR MAIS CADEIAS- serio. Nao temos espacos para eles. Sao muitos e impunes. (4) DEPOIS DISSO< DEMANDAR MAIS DA PRODUCAO BRASILEIRA. So o #4 . sem os tres primeiros, e coisa inutil. SdM

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço