Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Imóveis por menos de R$ 100 mil e carros por R$ 7.200; veja o que mudou em 20 anos

Por InfoMoney

O salário mínimo do brasileiro cresceu 1.017% nesse período, até mais do que a inflação


Imóveis por menos de R$ 100 mil e carros por R$ 7.200; veja o que mudou em 20 anos

SÃO PAULO – No mês passado, o Plano real completou 20 anos de existência e tirou o Brasil de uma das maiores hiperinflações da história do País.

De lá para cá, o preço dos principais produtos consumidos pela população alterou bastante: o litro da gasolina custava R$ 0,55, por exemplo, sendo que atualmente, na cidade de São Paulo, a média de preço é de R$ 2,81 (uma diferença de 410%).

No entanto, não significa que o brasileiro perdeu o poder de compra. Vale lembrar que o salário mínimo era de R$ 64,79 em julho de 1994 e atualmente é de R$ 724 – um aumento de 1.017%. Enquanto os preços ao consumidor subiram, em média, 296,87% no período, de acordo com o IPC (índice de Preços ao Consumidor), da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Confira abaixo o preço de 8 produtos em julho de 1994:

1 - Arroz e feijão

O prato mais comum de comida dos brasileiros custava menos de R$ 2. O quilo de arroz custava R$ 0,64 em São Paulo, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) e o quilo do feijão saía por R$ 1,11. Hoje, os produtos custam R$ 2,57 e R$ 3,81, respectivamente.

2 - Pão francês

Dados do Dieese mostram que o pão francês saía, em média, por nove centavos cada unidade quando o Real começou a circular. Hoje o pãozinho é vendido por peso, e o quilo está cerca de R$ 9,66 em São Paulo – considerando que uma unidade pese 50 gramas, o pão francês está em torno de R$ 0,50.

3 - Carne (Filé Mignon)

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o preço do filé mignon subiu 438% desde julho de 1994. Atualmente, o quilo pode ser encontrado por até R$ 44,51, logo, é possível estimar que a peça custava em torno de R$ 6,80 hoje.

4 - Churrascaria

Hoje, a churrascaria Fogo de Chão é sinônimo de preço alto: o rodízio no estabelecimento custa R$ 112 por pessoa. Porém, em 1994, a refeição no local saía entre R$ 13 e R$ 24 por pessoa.

5Ônibus

A passagem de ônibus variava entre R$ 0,29 e R$ 0,54, dependendo da cidade brasileira, em julho de 94. Hoje, as passagens giram em torno de R$ 3.

6 - Combustível

O litro da gasolina estava R$ 0,55, em média, nos postos de São Paulo, enquanto o álcool saía por R$ 0,44. Hoje, a gasolina está R$ 2,81, e o etanol, R$ 1,83, segundo a ANP (Agência nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

7 - Carro (Gol 1.0)

Em 1994, o Volkswagen Gol 1.000 custava R$ 7.243. Já o modelo 2015 custa a partir de R$ 32.490.

8 - Apartamento de três dormitórios

Em 1994, um apartamento de 211 metros quadrados, três dormitórios, varanda com churrasqueira e duas vagas na garagem no bairro do Morumbi, em São Paulo, custava R$ 94.340. Hoje, um imóvel com essas mesmas características custam entre R$ 600 mil e R$ 800 mil.

Exibições: 54

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço