Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Vicunha vai pagar R$ 170 milhões para o Merrill Lynch | http://www.monitormercantil.com.br/

A Vicunha Têxtil tentou de todas as formas se livrar do prejuízo com as operações de derivativos feitas com o banco de investimentos Merrill Lynch. Tentou, tentou, mas como viu que não tinha jeito, a administração da companhia, alegando evitar futuros desgastes e gastos exorbitantes com a condução do processo, resolveu aceitar um acordo com a instituição financeira e, dessa forma, evitar ações judiciais e procedimento arbitral que havia sido solicitado à Câmara de Mediação e Arbitragem da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. Com isso, a Vicunha pagará ao banco a quantia de R$ 174 milhões em três parcelas, sendo a primeira de R$ 24 milhões na data da assinatura, uma de R$ 19,5 milhões no dia 15 de julho e a última no valor de R$ 130,5 milhões no dia 15 de dezembro deste ano. E os controladores da Vicunha devem ter ficado satisfeitos com a economia, pois o Merrill Lynch cobrava uma fatura de R$ 232,52 milhões.

O engraçado é que a Vicunha operava com derivativos através do Merrill Lynch desde 2007. Se ganhou ou perdeu dinheiro, não divulgou tal informação. No inicio do mês de setembro passado, no entanto, devido ao agravamento da crise financeira internacional, a empresa pediu e o banco liquidou a operação em andamento, com ajustes zerados entre as partes. O quanto isso significa, ninguém sabe. Porém, no dia 12 de setembro, solicitou uma nova operação que, imediatamente, foi feita pelo banco. Pitorescamente, o Conselho de Administração da Vicunha, no dia 15 de setembro, não aprovou a nova operação por causa das condições do mercado. Por essa razão, o Merrill Lynch declarou, unilateralmente, no dia 27 de outubro do ano passado, o vencimento antecipado da operação e declarou a guerra que só terminou agora.

Os Steinbruch estão estressados?

A Vicunha Textil, da família Seinbruch, é uma empresa estressada, pois seu endividamento atinge a R$ 561,91 milhões, enquanto o patrimônio líquido fica na faixa de R$ 370,46 milhões. Na Vicunha Siderúrgica, o endividamento financeiro se situa em R$ 14,55 bilhões. Caramba, é um pouco menor que o da Sadia e da Perdigão, juntas.

Exibições: 48

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço