Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

"Não somos obsoletos, atrasados, o Brasil é um País aberto", observa Aguinaldo Diniz Filho - ABIT

Tecnologia, sustentabilidade e gestão eficiente. Para o setor têxtil brasileiro, essas são preocupações constantes para garantir competitividade. "Não somos obsoletos, atrasados, o Brasil é um País aberto", observa Aguinaldo Diniz Filho, presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Porém, ele se diz irritado com uma "leniência" brasileira ao aceitar o que vem de fora, referindo-se principalmente à concorrência de produtos importados da China.

Também aponta falta de união de empresários do setor e lentidão governamental para adotar medidas emergenciais necessárias à sobrevivência da indústria nacional. Mas Aguinaldo, que participou de um painel no 24º Congresso Nacional de Técnicos Têxteis, que começou ontem e prossegue até sexta-feira, em Fortaleza (CE), avalia como "um primeiro passo importante" o Plano Brasil Maior, idealizado para o período 2011-2014 e anunciado pelo governo no dia 2.

"Esse plano abre uma janela para o diálogo, mostra uma vontade política da presidente Dilma Rousseff, que falou que não quer entregar o mercado interno a estrangeiros."

Os cálculos do governo são de que a desoneração do Plano Brasil Maior será de R$ 25 bilhões até o final de 2012 e de que haja desembolso de R$ 500 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) até 2014.

Paralelamente ao Congresso de Técnicos Têxteis, está sendo realizada a Feira de Máquinas, Equipamentos, Serviços e Química para a Indústria Têxtil - Maquintex 2011, com 150 estandes e mais de 450 marcas representadas. São mais de 24 segmentos da cadeia têxtil.

Fonte:|http://www.opopular.com.br/cmlink/o-popular/editorias/geral/setor-t...

Exibições: 662

Responder esta

Respostas a este tópico

Atraso ou avanço  é resultado da análise de um processo comparativo. O relógio é nosso maior exemplo!

 

E no campo da gestão não podemos deixar de ter nossas referências:

Atrasado, adiantado, em ponto, em relação a que?

Competitivos onde?

Concorrentes com quem?

 

Nossas exportações mal chegam a 1% do comércio mundial.

 

Atrasados ou adiantados para a construção de uma Brasil Maior?

Acredito que todo crescimento representa desnível no seu curso. O Brasil é sim uma potência em questão de qualidade produtiva no setor. Nosso único entrevero relamente é a questão de desânimo fiscal e falta de incentivo do governo.Não podemos deixar que mega produtores com baixo custo e qualidade feito a China tomem poder do nosso mercado.Trabalho com private label e sinto na pele a dificuldade de produzir peças de grande valor agregado aqui no país. Temos que ter uma solução e um amparo do gorverno imediato!
"Tecnologia, sustentabilidade e gestão eficiente": Comentario mui interessante vindo do lider do centario e veneravel grupo Cedro e Cachoeira, absorvido a pouco tempo atras pela Coteminas. SdM
Caro Ivan: Quero morrer - e viver - amigo de ti e tua pena. (rsrsrs) SdM

Ivan Postigo disse:

Atraso ou avanço  é resultado da análise de um processo comparativo. O relógio é nosso maior exemplo!

 

E no campo da gestão não podemos deixar de ter nossas referências:

Atrasado, adiantado, em ponto, em relação a que?

Competitivos onde?

Concorrentes com quem?

 

Nossas exportações mal chegam a 1% do comércio mundial.

 

Atrasados ou adiantados para a construção de uma Brasil Maior?



Sam de Mattos disse:
Caro Ivan: Quero morrer - e viver - amigo de ti e tua pena. (rsrsrs) SdM

Ivan Postigo disse:

Atraso ou avanço  é resultado da análise de um processo comparativo. O relógio é nosso maior exemplo!

 

E no campo da gestão não podemos deixar de ter nossas referências:

Atrasado, adiantado, em ponto, em relação a que?

Competitivos onde?

Concorrentes com quem?

 

Nossas exportações mal chegam a 1% do comércio mundial.

 

Atrasados ou adiantados para a construção de uma Brasil Maior?

Exportacoes pera lah! Maior exportadores de Bananas do Muindo. Maior de Cafe. Maior de Minerio de Ferro. Maior exportador ilegal de Uranio e Ouro. Governador Valadares, per capita eh a cidade que mais exporta cidadoes. Temos a maior literatura de Cardel do mundo. Somos os maiores exportadores de Samba. Somos o povo que mais "chapinha faz" no planeta, nao contando os Asiaticos que tem cabelos lisos. Quando a produto manufaturados, so nao estamos na ponta das exportacoes por pena e ateh compaixao do Japao, China, Coreia, EUA, etc., que atravessam uma situacao dificial HA ANOS (coloquei tempo meio fugidio ai) Pronto - Falei e disse. SdM

Sam de Mattos disse:


Sam de Mattos disse:
Caro Ivan: Quero morrer - e viver - amigo de ti e tua pena. (rsrsrs) SdM

Ivan Postigo disse:

Atraso ou avanço  é resultado da análise de um processo comparativo. O relógio é nosso maior exemplo!

 

E no campo da gestão não podemos deixar de ter nossas referências:

Atrasado, adiantado, em ponto, em relação a que?

Competitivos onde?

Concorrentes com quem?

 

Nossas exportações mal chegam a 1% do comércio mundial.

 

Atrasados ou adiantados para a construção de uma Brasil Maior?

Hum....Talvez seja sim!!!!Existem tão poucos Prandinis aqui no Brasil mas, o pouco deles está em Jundiaí...Talvez eu o conheça...De onde o conhece???

 



Sérgio Alvares disse:

Vc é parente do Paulo Prandini?!

Gabriela Prandini disse:

Acredito que todo crescimento representa desnível no seu curso. O Brasil é sim uma potência em questão de qualidade produtiva no setor. Nosso único entrevero relamente é a questão de desânimo fiscal e falta de incentivo do governo.Não podemos deixar que mega produtores com baixo custo e qualidade feito a China tomem poder do nosso mercado.Trabalho com private label e sinto na pele a dificuldade de produzir peças de grande valor agregado aqui no país. Temos que ter uma solução e um amparo do gorverno imediato!

De todas estas problemáticas que citamos acima, sinto uma delas na pele em particular. Meu namorado é técnico têxtil, supervisor e gestor de estamparia, vem de uma família tradicional no ramo têxtil, seu pai é um dos melhores técnicos têxteis que já vi e, mesmo tendo todas estas influências, está desempregado. Meu namorado está sentindo na pele este déficit do momento. Hoje, está sem esperança alguma de retornar ao mercado de trabalho pois, de tantos currículos e tantas entrevistas, na maioria das vezes, as empresas estão fechando os postos abertos.

Muito duro essa situação.

Ajuda será bem vinda. 

Ola Sam,

 

Bom dia!

Acompanho com interesse seus posts  e acredito que temos o mesmo fornecedor de penas... rsrsrsrsr Talvez  um jeito diferente de expressão,  mas questionamos e nos questionamos sempre.

Vivemos em uma região maravilhosa ( Brasil ) , que não recebe de seu povo os cuidados necessários. Trabalho com gestão já há algumas décadas, educando e reeducando profissionais, e vejo que a partícula "se " serve como conforto para o fracasso.

 

"Se não batesse na trave..", seria gol e ganhariamos. Ora, bateu e perdemos.

 

O "se" nos torna campeões morais em tudo, ainda que o fracasso seja retumbante. O "se" impede a indignação.

A indignação é o motor de arranque para o aperfeiçoamento e o progresso.

O  "se" impede o reconhecimento da falência e começar de novo, diferente, mais atento, mais sábio.

 

Penso que nós que exercitamos e gostamos da reflexão temos uma  missão: promover o debate, auxiliar com perguntas, buscar respostas.

 

Abraço

 

 

 

 

 



Sam de Mattos disse:

Exportacoes pera lah! Maior exportadores de Bananas do Muindo. Maior de Cafe. Maior de Minerio de Ferro. Maior exportador ilegal de Uranio e Ouro. Governador Valadares, per capita eh a cidade que mais exporta cidadoes. Temos a maior literatura de Cardel do mundo. Somos os maiores exportadores de Samba. Somos o povo que mais "chapinha faz" no planeta, nao contando os Asiaticos que tem cabelos lisos. Quando a produto manufaturados, so nao estamos na ponta das exportacoes por pena e ateh compaixao do Japao, China, Coreia, EUA, etc., que atravessam uma situacao dificial HA ANOS (coloquei tempo meio fugidio ai) Pronto - Falei e disse. SdM

Sam de Mattos disse:


Sam de Mattos disse:
Caro Ivan: Quero morrer - e viver - amigo de ti e tua pena. (rsrsrs) SdM

Ivan Postigo disse:

Atraso ou avanço  é resultado da análise de um processo comparativo. O relógio é nosso maior exemplo!

 

E no campo da gestão não podemos deixar de ter nossas referências:

Atrasado, adiantado, em ponto, em relação a que?

Competitivos onde?

Concorrentes com quem?

 

Nossas exportações mal chegam a 1% do comércio mundial.

 

Atrasados ou adiantados para a construção de uma Brasil Maior?

Olá Ivan.

Concordo plenamente com o que disse a respeito do "se". É uma pena, mesmo tendo boas mps, mos e indústrias com tecnologia de primeira, "se" o gorvernodesse apoio a IT seria muito mais competitivo. Acho realmente que os membros da IT deveriam esquecer o "se" e partir para o "vamos fazer"....Claro que nem sempre esta expressão se aplica pois existem vários obstáculos mas, assumindo a condição de manifesto, podemos amenizar este quadro tão precário.

Apoiado.

Ivan Postigo disse:

Ola Sam,

 

Bom dia!

Acompanho com interesse seus posts  e acredito que temos o mesmo fornecedor de penas... rsrsrsrsr Talvez  um jeito diferente de expressão,  mas questionamos e nos questionamos sempre.

Vivemos em uma região maravilhosa ( Brasil ) , que não recebe de seu povo os cuidados necessários. Trabalho com gestão já há algumas décadas, educando e reeducando profissionais, e vejo que a partícula "se " serve como conforto para o fracasso.

 

"Se não batesse na trave..", seria gol e ganhariamos. Ora, bateu e perdemos.

 

O "se" nos torna campeões morais em tudo, ainda que o fracasso seja retumbante. O "se" impede a indignação.

A indignação é o motor de arranque para o aperfeiçoamento e o progresso.

O  "se" impede o reconhecimento da falência e começar de novo, diferente, mais atento, mais sábio.

 

Penso que nós que exercitamos e gostamos da reflexão temos uma  missão: promover o debate, auxiliar com perguntas, buscar respostas.

 

Abraço

 

 

 

 

 



Sam de Mattos disse:

Exportacoes pera lah! Maior exportadores de Bananas do Muindo. Maior de Cafe. Maior de Minerio de Ferro. Maior exportador ilegal de Uranio e Ouro. Governador Valadares, per capita eh a cidade que mais exporta cidadoes. Temos a maior literatura de Cardel do mundo. Somos os maiores exportadores de Samba. Somos o povo que mais "chapinha faz" no planeta, nao contando os Asiaticos que tem cabelos lisos. Quando a produto manufaturados, so nao estamos na ponta das exportacoes por pena e ateh compaixao do Japao, China, Coreia, EUA, etc., que atravessam uma situacao dificial HA ANOS (coloquei tempo meio fugidio ai) Pronto - Falei e disse. SdM

Sam de Mattos disse:


Sam de Mattos disse:
Caro Ivan: Quero morrer - e viver - amigo de ti e tua pena. (rsrsrs) SdM

Ivan Postigo disse:

Atraso ou avanço  é resultado da análise de um processo comparativo. O relógio é nosso maior exemplo!

 

E no campo da gestão não podemos deixar de ter nossas referências:

Atrasado, adiantado, em ponto, em relação a que?

Competitivos onde?

Concorrentes com quem?

 

Nossas exportações mal chegam a 1% do comércio mundial.

 

Atrasados ou adiantados para a construção de uma Brasil Maior?

Gabriela Prandini , concordo c/ voce tambem sou  tecnico textil desempregado quem sabe deveremos criar a associaçao Brasileira de tecnico textil desempregados ABTTD pois nao temos valor algum no mercado de trabalho em que a maioria dos diretores e presidentes de empresas texteis começaram como tecnico depois esquecem de valorizar nossa tao sofrida classe.Sou de Paraopeba MG meu Nome e Marcos Augusto Figueiredo de Oliveira Vieira dos Santos Cel. 31 99779751 email carpanpba@hotmail.com.

Creio haver um equívoco:

Segundo site da BOVESPA: 

 

ENCORPAR (da família Coteminas).

Participação acionária na Cia. Fiação Tecidos Cedro Cachoeira : 18,61% ON - 42,86 PN - 29,02 % do total.


Sam de Mattos disse:
"Tecnologia, sustentabilidade e gestão eficiente": Comentario mui interessante vindo do lider do centario e veneravel grupo Cedro e Cachoeira, absorvido a pouco tempo atras pela Coteminas. SdM

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço