Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Eu não sou um cientista social, tampouco creio que a nosso chamado modelo de “democracia” é a melhor do universo e mais: DEMOCRACIA no sentido Socrático é Platonismo, é um modelo ideal, um paradigma de imaginação, é Poliana, porem funciona como um alvo almejado, algo a ser buscado.
O Sistema de independência de poderes, eu creio ser o melhor modelo que podemos escolher no momento.
Ele consiste de dividir os Poder em tres segmentos, de tal modo que um vigia o outro independente e harmonicamente, com um constante “Balanço de Caixa” onde a leis, as diretrizes da nação e o seu comando se tornam moderados - e usados de tal modo a não infringir em outros segmentos da sociedade. Por exemplo, quando uma decisão é tomada em um poder, essa decisão não pode infringir nas regras do outro. 
Sei que para um grande numero de meus amigos essa explicação é inana, repetitiva, superficial e talvez até fútil: Eles conhecem isso mais a fundo do que eu. 
Mas, como diz a minha esposa Silvia Silvia M De Mattos, “perguntar não ofende” e explicar, eu creio, "também não ofende".
No Brasil ha uma tradição de forte interferência do Executivo nos outros dois poderes (Legislativo e Judicial). 
O Executivo adquire um poder desproporcional, muitas vezes fortalecido por empreguismos, inúmeros Ministérios, traficou de influencia, empreguismo e “mão pesada” no Legislativo, Autarquias, nas Forcas Armadas, na Economia e Politicas locais, a nível federal, estadual e municipal. 
É um velho mal habito Terceiro-mundista, mas ocorre.
Nesse vertente há tres elementos que NUNCA devem se misturar com a política:
(1) Religião/Ideologias, (2) Economia e a (3) integridade dos tres poderes..
Fazendo-se isso, estamos destruindo o nosso modelo democrático. 
RELIGIAO-IDEOLOGIA: Quanto à religião, já temos isso sanado. Vivemos num Estado Laico e assim deve ser.
Quanto a IDEOLOGIA, vemos no Brasil que ela, i.e., o Modelo Social que almeja o Executivo, esta sendo imposto a sociedade, em forma de educação, em criação e liderança de ministérios, de distribuição de executivos em posições chaves, não por mérito, mas, por inclinação politica.
Na educação vemos até a doutrinação das crianças por meio de cartilhas onde ate princípios morais e éticos são pregados e impostos as crianças. 
A Historia mostra que Moral e Ética são mutáveis, mas num processo longo e com tempo suficiente de absorção por uma sociedade. 
Esses conceitos não podem ser inseridos em nosso corpo como um “enema retal”. Daí, eu aponto esse grande erro em nossa Politica, de associar UMA IDEOLOGIA NOS PRINCIPIOS DEMOCRATICOS DE UM POVO. Ideologia (até de time de futebol), religião e politica não se misturam.
ECONOMIA: Economia “é um bicho” que opera com a sua própria cabeça, reage de seu modo a mudanças de mercados, fica nervosa com certas noticias, eh temperamental, mas, basicamente segue o "Principio de Colbert" (Pai da Economia) com seu axioma provado e demonstrado que chamamos da LEI DE OFERTA E DEMANDA: "Aumenta-se a oferta, caíram os preços; Diminui-se a oferta, sobiram os preços". 
Exemplo disso são as reservas de diamante seguradas a sete chaves pelo Grupo De Beers: Soltando eles todos os diamantes que tem, o preço deles cairá. Outro exemplo: China começou a vender um “ourinho extra” e esta movimentação bateu na Bolsa, e o preço do ouro oscilou, baixando um pouco. Se a China e a Índia venderem suas reservas, a oferta será altíssima, cai a demanda e o preço do Ouro se despencara... Dai a minha sugestão a homens feios: Mude-se para cidades ondem abundam as mulheres bonitas.
Tivemos varias interferências do Governo em nossa economia, com compra de dólares, com as traquinagens do BNDS e o Eike Batista (ainda em estudo pela PF), no BNDS, na Petrobras, na Eletrobrás, em Furnas, em projetos de construção e afins, e os resultados estão ai no Mensalão, na Lava-Jato e na “Operação Hermes” que já anda em estudo incipiente, creio ser esta voltada aos desmandos de motivacao "politica" e "aparelhamento" do BNDS.
Politica não deve se meter a fundo com economia.
INTERFERENCIA DO EXECUTIVO NOS PODERES: Temos também a interferência do Executivo no (1) Legislativo e também e a sua mão pesada no (2) Judiciário. 
A linguagem para isso, no Brasil, é a de Guerrilha Urbana: Isso é chamado de APARELHAMENTO. 
Um "aparelho" eh um esconderijo, um covil de dissidentes /guerrilheiros. 
O STF já está “aparelhado” ou seja, funcionando mais ou menos como um “aparelho” do Executivo - e cabe a nós, a nós O POVO, "DESAPARELHAR" essa contaminação existente no Poder Judicial. 
Só não conhecem esse “Aparelhamento” os brasileiros coniventes com isso, os analfabetos ou ignorantes ao extremo. 
LEGISLATIVO: Noto que o Legislativo, por razões não-Democráticas, mas auto servientes, - agora, finalmente, está buscando a independência de seu Poder. Isso é bom e mal. 
É bom porque a separação de poderes é salutar, um poder anda de olho no outro, e nessa constante vigilância, ganha a Democracia.
O que é mal nisso são as “razões” que motivaram o Legislativo a buscar essa nítida separação: Ela é politiqueira, é para usar de seu poder para esconder serias transgressões ocorridas por legisladores . É um escudo para se livrarem da Mão da Justiça.
INTERFERENCIA DO JUDICIARIO: Esta interferência reflete em vários órgãos da lei, (1) criando-se impunidade e um (2) “Estado de Baderna” que (3) propicia ou favorece o roubo/desvio do erário que ocorre (3) impune ou quase impunemente; (5) criam-se obstáculo ao exercício da Lei e (6) atenua ou evita a punição dos infratores além de (7) desmoralizar e erodir o cumprimento das leis vigentes e (8) fazer chacota do principio constitucional de Ergo Omnis, de justiça igualitária a todos.
Essa nossa pseudodemocracia “aparelhada” é o que temos, disfarçada de Estado de Direito, mas em realidade é uma mera ditadura disfarçada, com hordas urbanas, no campo e com ate tropas de choque, lembrando-me a incipiência dos ralis Nazistas de Nuremberg, com as tropas da SA e depois da SS, desfilando em paradas e depois intimidando Judeus e dissidentes, como eu. 
Estamos passando uma das piores ditaduras em nossa historia, a LATROCRACIA. 
Um estado em que desvio do erário em diversas formas é dissimulado e aceito, acobertado em nome do APARELHAMENTO do Estado, da Centralização de Poder num Executivo contaminado com suas próprias agendas e Ideologias e politicas; e em nome desse aparelhamento, houve uma concentração de poder num “grupo de pessoas em sua liderança”, e sabendo nós que todo o poder excessivo e ditatorial corrompe, vemos que nesse processo de “aparelhamento” diversas pessoas encheram os seus bolsos, enriqueceram seus filhos, parentes e netos e o resultado está aí claro nos resultados da Operação Lava Jato.
Se voce Brasileiro deixar passar essa oportunidade áurea de corrigirmos o Modelo Democrático Brasileiro proporcionado por essa onda de civismo gerado pela Policia Federal e alguns Juizes impecaveis, voce e eu estaremos perdidos, malgrado o tamanho e a riqueza do Brasil.
Sabem em que resulta uma nação de dimensões continentais quebrada?
Resulta num mero “quebradão”
Não se iludam com a “riqueza do Brasil”. “Com nossas reservas hídricas, minerais, eólicas e florestais”. 
Isso de nada vale a nos o povo se forem mal administradas e os frutos dessa riqueza nunca chegarem a nos por meio de bem estar, tais como educação, dignidade, saúde e segurança. 
No momento isso é desviado para a oligarquia do LATRO-ESTADO.
Estão “sangrando” a nossa Democracia. 
Somente no Terceiro Mundo dos Terceiro-Mundistas isso não é visto, observado ou discernido.
Sejam patriotas, saiam do “muro”, de seu efêmero conforto pessoal; deixem de ficar somente “tristes”, e se “indignem” – e façam ALGO com a sua indignação.
Se eduquem, entendam o obvio que esta acontecendo abaixo de seus narizes, adquiram, peçam a Zeus por “cojones” ou “ovários”, e faça corajosamente algo pelo Brasil, enquanto ainda há tempo.
E ainda há tempo. 

Exibições: 183

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de petrúcio josé rodrigues em 19 fevereiro 2016 às 15:58

OI SAM, DIGO: PARABÉNS,.......

Comentário de petrúcio josé rodrigues em 19 fevereiro 2016 às 15:57

PARABÉS PELA MATÉRIA SAM DE MATTOS. CONTINUO NA POSIÇÃO DE ESPECTADOR E CONTRIBUINTE, NO EXERCÍCIO PLENO DA CIDADANIA.

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço