Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Banco japonês financia empresa têxtil angolana

Fonte:|jornaldeangola.sapo.ao|

O Ministério das Finanças e o Banco para a Cooperação Internacional do Japão assinaram em Luanda, um acordo de financiamento no quadro da recuperação da Textang
II, uma fábrica têxtil de Angola.
Em declarações à imprensa, o ministro das Finanças, Carlos Lopes, disse após a assinatura do acordo,
que o banco japonês vai custear 85 por cento do projecto e que o
financiamento dirigido ao sector privado, visa a recuperação da fábrica,
que custa 270 milhões de dólares.
“Pensamos que este é o primeiro de muitos acordos de financiamento entre o Japão e Angola, permitindo o
reforço das relações económicas entre os dois países e contribuindo para
o programa da diversificação da economia em curso no país”, afirmou
Carlos Lopes para concluir que a promoção do comércio, investimentos e o
aprofundamento dos laços económicos entre os dois países possibilitam
no futuro benefícios mútuos.
O director executivo do Banco para a Cooperação Internacional do Japão, Fumio Hoshi, explicou que “o
financiamento visa desenvolver a indústria têxtil em Angola. O sucesso
do projecto depende dos esforços do povo angolano”.
Fumio Hoshi manifestou a esperança de que o acordo venha a dinamizar as relações
bilaterais entre angolanos e nipónicos, frisando que o Banco para a
Cooperação Internacional do Japão se disponibiliza a apoiar projectos
que contribuam para a diversificação da indústria, a melhoria das
infra-estruturas, a transferência de tecnologia e a criação de emprego
em Angola.
O diplomata considerou histórico o acordo, sublinhando que vai contribuir para reforçar e diversificar as relações de amizade.
“Estou convencido de que sendo este o primeiro financiamento, muitos
outros se lhe seguem”, afirmou.
O diplomata relembrou a intenção do Governo japonês em conceder empréstimos ao Executivo, informando que o
Japão e o Ministério da Energia e Águas estudam a viabilidade da
construção de uma pequena central hidroeléctrica, o primeiro projecto a
ser financiado em moeda nacional japonesa, em Angola.



Exibições: 185

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço