Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Brandili Têxtil anuncia mais expansões para 2011 durante a inauguração da sua primeira filial

Fonte:|midiamoda.com.br|

Aos 46 anos, a Brandili Têxtil inaugura oficialmente sua primeira filial na cidade de Otacílio Costa, região serrana de Santa
Catarina. A fabricante, especializada em moda infantil, abriu as portas
da nova fábrica na manhã de 15 de novembro para recepcionar a
comunidade, parceiros, colaboradores e políticos locais com discursos
promissores sobre a escolha da região para a instalação da empresa e já
aproveitou a oportunidade para firmar a expansão desse parque fabril,
que contará com mais um galpão de 900 m², a ser construído a partir de
2011.

Dentre os anfitriões, estiveram presentes Lili Elza Bernardi Brandes, presidente da Brandili Têxtil, os diretores Jorge Luiz Brandes e Carlos Norberto Brandes e o gerente industrial Luiz Felipe Cherem para dialogarem sobre a importância dessa nova etapa que marca uma trajetória de sucesso.

Para a Dona Lili Brandes, o dia 15 de novembro fica marcado como o
início de uma etapa com muitas conquistas e trabalho para a Brandili:
uma empresa familiar que tem a criança como principal missão.

O setor em números

O setor têxtil está entre aqueles que mais emprega no Brasil. Em 2010,
foram gerados 60 mil novos postos de trabalho, totalizando cerca de 1
milhão e 800 mil brasileiros diretamente atuantes no setor até o final
de 2010. Tal dado representa 10,6% de todo o emprego gerado na indústria
de transformação, o que qualifica este mercado como o sétimo mais ativo
no PIB nacional, tomando a frente da borracha e celulose.

No decorrer deste ano a Brandili Têxtil investiu bastante em áreas
industriais, sendo que R$4 milhões foram voltados exclusivamente à
unidade fabril de Otacílio Costa, com 2000 m2 e responsável pela geração
de 150 postos de trabalhos, até o momento, para as mulheres da região.

“Agora Otacílio Costa poderá também se honrar por participar e integrar
as estatísticas do setor Têxtil brasileiro e, mais do que isso, se
beneficiar socialmente e economicamente pela geração de empregos
proporcionados pela ousadia do Grupo Empresarial Brandili”, reforça Luiz
Felipe Cherem, gerente industrial da marca.

O que muda em Otacílio Costa

Por ser uma cidade de força madeireira, as mulheres sentiam pela
escassez de postos de emprego voltados ao público feminino. Com a
chegada da Brandili Têxtil na cidade, houve movimentação na economia
local e ações de incentivo por parte da prefeitura para as famílias de
Otacílio Costa.

As mulheres interessadas são encaminhadas a um curso de capacitação gratuito oferecido pela Brandili Têxtil em parceria com o SENAI,
e, logo após a formação, as costureiras aprovadas saem de lá com uma
vaga para integrar a equipe. Atualmente, a fábrica atua com funcionários
em dois turnos distintos e com a construção do galpão, tudo indica que
mais vagas sejam criadas.

“Agradeço à Brandili Têxtil por se tornar o principal gerador de
trabalho para mulheres na região, além de abrir portas para o setor
têxtil em Otacílio Costa, o que promove uma ascensão econômica para o
município”, afirma Denílson Luiz Padilha, prefeito de Otacílio Costa.

Segundo o prefeito, a cidade está reestruturando a educação infantil
municipal, que contará com turno diferenciado estendido das 18h às 23h
para atender a demanda das famílias, que agora conseguem aumentar sua
renda familiar para aprimorar sua qualidade de vida.

Expectativas de crescimento

O início de 2011 já projeta para a unidade recém-inaugurada de Otacílio
Costa a construção de um galpão com 900 m² para expandir ainda mais a
sua área produtiva. “Até o final de 2011, planejamos atingir um efetivo
de 350 operadoras que serão responsáveis por uma produção anual de
2.750.000 mil peças”, ressalta Luiz Felipe Cherem, gerente industrial da
Brandili Têxtil.

A expectativa da empresa é que, nos próximos anos, sejam investidos
ainda R$ 24 milhões na ampliação do seu parque fabril de Apiúna, que
hoje possui 36 mil metros quadrados. O investimento deve garantir o
aumento das edificações atuais e a aquisição de máquinas e equipamentos
que deverão alavancar cerca de 10% na produção anual, saltando de 14
para 18 milhões de peças até 2014.

Mais sobre a Brandili Têxtil

Criada em 1964, a Brandili Têxtil mantém dois parques fabris nas cidades
de Apiúna e Otacílio Costa (SC). Seu consumo mensal de malha é de 230
toneladas. Ao ano, cerca de 15 milhões de peças são produzidas.

Preocupada com o bem-estar dos colaboradores, a empresa investe
constantemente em estrutura, equipamentos, qualificação profissional e
programas sociais. Também dedica grande atenção às peculiaridades de
cada região, elaborando coleções especiais para os Estados do Norte e do
Nordeste brasileiro. A qualidade das peças e as propostas visuais
inovadoras são reconhecidas e valorizadas pelo mercado, o que reforça
seu posicionamento como líder desse segmento entre as mães e as crianças

Exibições: 211

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço