Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

PRS 72 - Uma "Verdade Criada"? - Guerra dos Portos

 

O Senado brasileiro está prestes a aprovar a PRS 72, de autoria do Senador Romero Jucá (PMDB), ex-Líder do Governo, pela qual será ZERO a alíquota do ICMS incidente nas operações interestaduais com produtos de origem estrangeira.

 

Dizem que isto tornará a indústria brasileira competitiva e colocará um fim à chamada Guerra Fiscal ou Guerra dos Portos.

 

Qual é a verdade real?

 

Parece-me que alguém está tentando “criar verdades”, valendo-se de uma técnica conhecida como Gestão da Percepção, pela qual não importa o fato em si mas o que é percebido, por que esta percepção passa a ser a única verdade, absoluta e plena.

 

O Governo brasileiro já usou esta técnica nos tempos do Ministro Delfim Neto. O “milagre brasileiro” foi uma “verdade criada”, em que ficou a percepção histórica de um crescimento da economia brasileira incompatível com a realidade brasileira.

 

Aliás, Goebbels era tão bom no uso desta técnica que ele até fez Hitler acreditar ser Deus e os alemães acreditarem que, sozinhos e isolados, dominariam o mundo.

 

Se a indústria brasileira nasceu primitiva, pelas mãos dos povos indígenas, ela se desenvolveu muito pouco até os tempos de JK.

 

A “abertura dos portos” de D. João VI e a criação de uma outra industria foi apenas uma forma de minorar as suas agruras em aqui viver.

 

Nos primórdios da República, o que se discutia era o positivismo e o que mais interessava era a agricultura – o leite para os mineiros e o café para os paulistas. Ah! E o açúcar para os usineiros nordestinos...

Vargas, longe de ser um “pai dos trabalhadores”, foi um ditador vil, que nos colocou numa guerra inglória.

 

A nossa industrialização, naqueles tempos, foi guiada por um único estímulo: a sobrevivência.

 

A única política de industrialização foi proposta, efetivamente, por JK. Ele se foi e ela também...

 

Poderíamos discutir o que o mundo fez e anda fazendo em termos de desenvolvimento econômico.

 

Escolhi a Coréia.

 

A Coréia era um país pobre, com a economia baseada na agricultura quando não estava envolvida nalgum conflito bélico. A sua indústria não tinha importância estatística alguma, até porque dependia dos chineses, dos japoneses, dos norte-americanos, dos ingleses, dos franceses... do mundo inteiro...

 

Em 1987, os coreanos começaram as suas mudanças estruturais, instituindo um Estado democrático, voltado para garantir as bases para o desenvolvimento econômico. O processo educacional imposto pelo Governo garantiu à Coréia o “status” de uma economia baseada na tecnologia, sendo reconhecida como sendo um dos países com maior índice de desenvolvimento, em todos os aspectos.

 

Aliás, em termos de matérias primas têxteis, a Coréia simplesmente deixou de produzi-las como “commodities”, preferindo se dedicar àquelas com alta tecnologia, dado o grande valor agregado. Se no fim dos anos 90, a Coréia era o grande fornecedor de “oxford” de “microfibras”, hoje isto virou um passado longínquo.

 

A política educacional implementada pela Coréia conduziu a política industrial para o setor da alta tecnologia e isto pode ser observado na produção de automóveis, de computadores, de televisores, de equipamentos industriais e até mesmo de navios. E continuam produzindo matérias primas têxteis, mas agora com o foco na  tecnologia avançada e até mesmo na sustentabilidade ecológica.

 

E o Brasil viu isto acontecer, até porque perdemos um dos nossos maiores fornecedores de “oxford”...

 

O Brasil assistiu, embora distante, as mudanças experimentadas por Seul, principalmente no sistema educacional. Viu industriais sendo condenados por crime “lesa patria”, por negarem transparência em suas transações, por governarem mal as suas corporações, colocando-as em risco enquanto se locupletavam das suas riquezas.

 

Mas, curiosamente, o Brasil nunca se preocupou em estudar criteriosamente o que aconteceu na Coréia do Sul.

 

Aliás, o Diplomata Paulo Roberto de Almeida já alertava, em 2010, para este “olhar vesgo” do Brasil em relação à Coréia – certamente com o receio de ser lembrado das lições que deveria aprender com quem tanto foi discriminado.

 

Infelizmente, ao invés de investirmos na educação e sermos “tolerância zero” nesta área, optamos pelas teorias liberais que tornaram as nossas escolas verdadeiros antros do ócio improdutivo, deixando os nossos professores sem preparo adequado para enfrentar a sociedade moderna, tornando-os reféns de alunos que sequer têm a educação elementar que deve ser produzida no ambiente familiar.

 

O reflexo disto está no mercado de trabalho, onde não profissionais minimamente qualificados e nos espantamos com engenheiros trabalhando como garis.

 

Temos o maior número de estudantes de Direito e certamente o maior nível de reprovação no acesso à OAB, numa prova irrefutável de que as escolas brasileiras não estão educando.

 

Aliás, neste ponto ouso observar que escolas tradicionais nunca precisaram pagar por anúncios publicitários – havia disputas por vagas. Hoje, há escolas oferecendo bolsas de estudos para atrair alunos....

 

Se a educação está ruim, como o Brasil pode querer uma indústria competitiva e eficiente? E, ainda por cima, sem uma política de desenvolvimento industrial?

 

Mas é absurdo debater a questão industrial brasileira como um todo, seja pelos aspectos regionais, seja por causa das especificidades setoriais.

 

A indústria dos vinhos é um exemplo interessante. Ela está pedindo que o Governo Federal lhe dê salvaguardas, que são medidas de defesa típicas quando há uam invasão de produtos importados em prejuízo à indústria nacional.

 

Mas todos nós sabemos que a indústria brasileira de vinhos surgiu e se fortaleceu a partir das importações. O consumidor brasileiro passou a exigir qualidade nos vinhos brasileiros. Aliás, como as uvas produzidas no Brasil se prestam melhor à produção de espumantes, várias vinícolas se voltaram para este nicho e o resultado foi surpreendente: vários títulos nacionais de espumantes vêm sendo premiados internacionalmente.

 

E estão pedindo salvaguardas? Há algo de podre por aí e não é o mosto, com certeza...

 

Aliás, no caso dos vinhos, é importante o realce de que o consumidor escolhe o produto pela uva (ou o blend) com que ele é fabricado e a uva, em geral, é típica de uma região, embora algumas estejam presentes no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

 

Ou seja, se o consumidor quer um vinho com chardonay ou com cabernet sauvignon, ele certamente encontrará vinhos fabricados em quase todo o mundo, inclusive aqui no Brasil.

 

Mas há uvas que não são produzidas no Brasil, por razões diversas, inclusive geológicas. A uva malbec é um bom exemplo. Embora originária da França, até bem pouco tempo ela só era encontrada na Argentina. Como a uva havia sido praticamente dizimada na França, por uma praga agrícola, os franceses buscaram onde haveria condições para o seu desenvolvimento, descobrindo-se que o solo argentina era tão bom, ou até melhor, que o solo da região de Cahors. Parcerias foram desenvolvidas e hoje o mundo agradece pela excelência dos vinhos malbec produzidos na Argentina. E a França já começou a recuperar os seus vinhedos, mas todos os conhecedores reconhecem que será difícil eles igualarem ao sabor alcançado pelos hermanos…

 

A uva nero davola é típica da Sicilia, como a sangiovese é típica da Toscana e a touriga, a baga, a castelão e a trincadeira são castas típicas de Portugal.                 

 

O Brasil não produz estas uvas. Simples assim.

 

Portanto, a não ser que haja um milagre da natureza, o Brasil não terá como produzir os mesmos vinhos originários da França, de Portugal, da Espanha e da Itália, todos com muita tradição, e nem mesmo da África do Sul, da Austrália ou da Nova Zelândia, que vêm se impondo no mercado mundial, com uvas regionais em corte com outras.

 

No campo das matérias primas têxteis, a questão é a mesma.

 

Somos produtores de algodão e de seda, por exemplo. Aliás, temos uma boa exportação de seda, já que o mercado brasileiro, por vários motivos, não usa grande parte da quantidade produzida.

 

Mas, nós não somos produtores de MPTs de origem sintética, seja no aspecto quantitativo, seja no da qualidade. Simples assim.

 

Estas MPTs são produzidas a partir de subprodutos do petróleo e o Brasil ainda está preocupado com a extração do petróleo e com a sua industrialização básica.

 

Hoje, a China é, de longe, o grande fornecedor de MPTs de origem sintética, por várias razões, dentre as quais por estar substancialmente avançada, tecnologicamente, neste setor.

 

Ou seja, o problema não é simplesmente preço. É qualidade e disponibilidade.

 

É óbvio que o Brasil tem um custo de produção elevado, mas também é indiscutível que há um problema de desenvolvimento tecnológico e que as nossas plantas industriais estão defasadas em todos os sentidos. E ainda temos o problema da logística. 

 

Mas a nossa indústria de confecção é muito boa, sendo reconhecida internacionalmente em vários nichos.

 

Contudo, sem a importação de MPTs de origem sintética a indústria de confecções não subsistirá. Ou alguém imagina ser possível produzir surfwear ou beachwear  de algodão ou seda?

 

E qualquer aumento no custo destas importações refletirá diretamente nos custos da indústria de confecções....

 

Mas continuamos precisando de investir em educação, uma educação que forme pessoas, artistas e profissionais. E precisamos de uma política de desenvolvimento industrial...

 

Não há mais espaços e nem tempo para discursos hipócritas ou exercícios de “Gestão de Percepção”. Aliás, precisamos de Gestores de verdade – e da verdade!

 

Então, caros empresários e políticos, um brinde (com espumante nacional) ao desenvolvimento industrial sustentado do Brasil!

 

E que não nos envergonhemos de importar, mas tenhamos o orgulho de produzir e exportar.   

Exibições: 1131

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Comentário de Oscar da Silva em 10 abril 2012 às 23:27

Depreciar sucata? Por isso que nossa indústria está do jeito que está. Enquanto os "empresários" daqui (não importa se são industriais importadores, pois sim - esses existem e conheço centenas; também não importa se são ... deixa prá lá). Voltando ao assunto: - Enquanto os empresários daqui se digladiam, discutindo a depreciação de uma sucata de 15 anos, lá fora eles SE UNEM  prá entrochar essas sucatas nos tupiniquins e desocupar lugar para as máquinas modelos 2013 ou 2014 pois lá, as 2012 já são ultrapassadas. Ah! Isso quando eles não transformam essas máquinas modelo 1997 em commodities - derretendo-as.

Senhores. Governantes não entendem de indústria. O que mais perto esteve duma, perdeu um dedo nela. Quem deveria entender de indústria são seus "capitães" e muitos desses deixam de trabalhar discutindo o sexo dos anjos.

A única coisa que presta que o também "empresário" Édson Arantes disse na vida, foi "que brasileiro não sabe votar". Eu completo: - O povo não sabe votar, o professor não sabe professorar, o médico não sabe medicar e o industrial não sabe industriar. Tá tudo ruim porque só sabemos criticar, sem apresentar soluções concretas. Criticamos tudo sem entender porcaria nenhuma e pior - criticamo-nos aos invés de aliarmo-nos. Se tivéssemos "espírito de corpo" exigiríamos as mudanças que alardamos. Colocaríamos os representantes que nos representassem no Congresso (até o PCC faz isso melhor que nós). Seríamos co-participantes das decisões que nos interessassem... mas, antes disso, teríamos que ter bom-senso e, principalmente, saber distinguir patriotismo de patriotada.

Comentário de Textile Industry em 10 abril 2012 às 12:28
Excluir

Em primeiro lugar, seja bem-vindo Sr. Jonatan Schmidt. Sem sombra de dúvida, encontrará por aqui um espaço bastante acalorado para discussões.

Descobrirá rapidamente que a maioria por aqui tem um lado: A INDÚSTRIA NACIONAL.

Digo-lhe que estamos em lados bastante antagônicos: Você defende importadores, eu a indústria nacional. Somos adversários, não precisamos ser inimigos.

Você menciona sobre "debates acalorados e sem a necessária racionalidade". Pergunto-lhe: Existe racionalidade - no sentido mais profundo da palavra - em economia??? Não! Racionalidade existe em matemática, nas ciências exatas.

Todos nós conhecemos as posições da Abitex e da Abvtex. Irracionalidade pura.

Você conhecerá nossa posição e certamente considerará uma irracionalidade pura.

O título da matéria em questão ilustra bem isso. Ao lê-lo perguntei-me: Em que planeta a Abvtex está?

Pois bem, assim é a economia. O que é racional para um lado nem sempre é para o outro.

A questão cambial certamente coloca o Brasil em total divergência com a China e tantos outros países.

O Brasil tem todas as mazelas possíveis, em questões econômicas inclusive. Mas é só o Brasil? Porque a Europa e os EUA passam por tamanha crise? Porque fizeram tudo certinho!?!

Notícia do dia: "Sony anuncia prejuízo de US$ 6,4 bilhões e demissão de 10 mil funcionários". A Sony tornou-se incompetente???

Não significa que eu não reconheça que as indústrias nacionais têm muito a melhorar. Que o Brasil precisa melhorar e muito o seu ambiente de negócios. Entretanto isso está a anos-luz de dizer que China e demais asiáticos são um poço de competência e eficiência, que jogam limpo no comércio internacional, que no Brasil só tem empresário incompetente e chorão, e dessa forma escancararmos nosso mercado a eles. Me poupe.

Aliás, jamais ousarei defender estados que sequer reconhecem o mais elementar dos direitos humanos: A LIBERDADE! Isso, por si só, já deveria ter um peso imenso em negociações que envolvem os países democráticos. É apenas a minha visão de mundo, que não enxerga apenas lucro.

O que dá dignidade é emprego e renda, não apenas preços baixos.

O resto é defesa de interesses ou conversa pra boi dormir.

Comentário de julio cesar de souza em 10 abril 2012 às 12:08

Sr. Jonatan.

Desde o início da polêmica eu entendi seu objetivo e concordo com sigo, como já

me expressei, tudo o que foi dito converge para o mesmo ponto a carência e o des-

preparo de nossa mão de obra e o FABULOSO, no mau sentido, desrespeito com algo

prioritário para o desenvolvimento de qualquer nação, a EDUCAÇÃO. Além da amea-

ça da DESINDUSTRIALIZAÇÃO(q é real, sim!) o mais agravante é a DESEDUCAÇÃO que

está em curso a muitos anos, décadas, herança maldita da ditadura que se via confor-

tável em manter o povo na mais absoluta ignorância, pois em não saber ler o povão

ficava longe das "BRILHANTES" cabeças que faziam a nossa intelectualidade. Tinhamos

tudo para dar certo, quem nunca ouviu falar do pedagogo PAULO FREIRE, criou um sis-

tema pedagógico voltado para tirar o povo do ANALFABETISMO e o que fizeram os tira-

nos da ditadura mandaram-no embora do país e pegaram o seu programa, o MOBRAL, e

o implantaram como queriam, ou seja sem objetividade. O governo da França, na época,

chamaram-no para implantar o seu sistema lá, que foi o maior sucesso.

Essa estratégia, de manter o nosso povo na ignorância, continua a ser mantida pois é

assim que muitos políticos mantem-se no poder, pelo VELHO e NEFASTO voto de ca-

bresto, a ignorância como aliada dos ESCROTOS de Brasília(desculpem-me ñ vejo ex-

pressão mais adequada). E nós ficamos com "A BOCA ESCANCARADA CHEIA(NEM TAN-

TO)DE DENTES" VENDO O BARCO AFUNDAR. É chegada a hora de dar um BASTA e a me-

lhor hora é agora onde a mídia TODA está expondo nossa chagas, os POLITICALHAS.

Temos que mostrar que não os tememos dando um bom e providencial "BASTA", votan-

do nulo nas próximas eleições. É o exercício pleno da cidadania, está lá na cédula elei-

toral para quem quiser usá-la, a opção NULO voto NULO.

Enquanto isso temos que fazer a nossa parte, produzir e lutar por um preparo maior de nosssa potência produtiva. Vejam o SENAI, é uma instituição privada mas que foi con-

taminada com a inoperância do CONGRESSO NACIONAL, funciona como se fosse uma

instituição política onde seus dirigentes estão mais preocupados por cargos nas FEDE-

RAÇÕES do que pelo seu REAL fundamento: A FORMAÇÃO DE MÃO DE OBRA INDUSTRIAL.

Onde estão os laboratórios de desenvolvimento e estudo dos métodos operacionais?

Onde estão os profissionais que deveriam dar o conhecimento adquirido nas indústrias,  

para a melhoria dos métodos operacionais?? CRONOANÁLISE INDUSTRIAL onde se estuda??? Antes, fui INSTRUTOR do SENAI, formávamos nossos instrutores para o objetivo industrial, agora os instrutores tem que ter formação em PEDAGOGIA tradicio-

nal que não tem o menor compromisso com a indústria. Temos que fazer a nossa parte,

participei, em 1986/87, de uma PESQUISA/RELATÓRIO sobre o "AVANÇO TECNOLÓGICO

NA INDÚSTRIA TÊXTIL DO CEARÁ", que foi publicado e com o qual conseguimos desper-

tar parte da indústria para a realidade no preparo da mão de obra frente a essa reali-

dade e, assim, consegui apenas uma indústria pronta para encarar essas mudanças, a

VICUNHA NORDESTE(CEARÁ), a qual me contratou e conseguimos minorar esse impacto

formando SUPERVISORES DE PRODUÇÃO PARA FIAÇÃO, sem a pretenção de formar técni-

cos, mas supervisores(gestores dos recursos humanos no CHÃO das fábricas) SUCESSO

ABSOLUTO C/ 100% de aproveitamento. formamos SUPERVISORES para a realidade da VICUNHA mas mesmo assim outras fábricas ao saberem do sucesso arrebanharam parte

dos formandos. Mas nada mudou e a realidade é outra o SENAI tendo que fechar cursos

por não conseguir garantir, com suas parceiras(indústrias), estágios para seus alunos.

A visão caótica de contenção de despesas visando um lucro maior que lhes garanta lastro de caixa para os momentos de atribulações, causados por planos econômicos

desastrosos, faz da indústria nacional uma aliada da ineficiência.

  "VAMOS DAR UM BASTA VOTANDO NULO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES"

Comentário de Jonatan Schmidt em 10 abril 2012 às 7:11
Bom, Adalberto, o que me propus foi debater, neste blog, que:
1) a PRS 72 é um engodo, pois, longe de combater guerra dos portos, aumentará ainda mais as riquezas de SP, pois as importações praticamente ficarão centralizadas em SP por ser o grande centro consumidor. E empobrecerá ainda mais as demais Unidade da Federação. Mas o mais trave é que vai gerar INFLAÇÃO, pois o ICMS IMPORTAÇÃO se tornará CUSTO sempre que o bem importado for vendido ara outra Unidade da Federação;
2) o Brasil precisa importar materias primas têxteis de origem sintética simplesmente porque nao as reduz, ao menos para atender à demanda. E deve importá-lá para atender às demandas da industria de confecções que precisa delas para fazer moda de praia e de surf e o votaria a ser usado, na maioria das vezes, pelas classes C, D e E, tanto pelo preço quanto pela facilidade na manutenção (lavagem, secagem, etc);
3) o mal da industria nao está mos importados. A grande origem de todos os males do Brasil está na educação, que está de mal a pior. O aluno, hoje, não estuda e nao precisa aprender nada - basta ir à Escola (e só de vez em quando) e o professor se vê obrigado a aprová-lo para a série seguinte.... Até que ele chegue na Escola da Vida e aí ele precisa seguir e nao conta mas com a adjudica do sistema educacional... Daí nao termos profissionais preparads ara a nossa industria, e nem para qualquer das atividades econômicas....
4) o Governo precisa rever a sua política econômica e aorta, com urgência e em acera com a industria, uma política industrial que agregue valor e tecnologia, que torne os nossos produtos diferenciais e atraentes, independentemente de preço. A Coréia é um modelo muito bom, mas precisamos entender que nao basa copar modelos...
5) a industria precisa investir seriamente, adotando compromissos sérios de governança corporativa, com transparência, prestação de contas, responsabilidade corporativa, sustentabilidade...
Infelizmente, vc se limita, novamente a me xingar, num linchamento incompreensível. E vc é importador e importa maquinas usadas. Nao interessa que sejam maquinas italianas - mas elas certamente nao contribuem para a modernização do nosso parque fabril. Nao vou discutir a depreciação de uma maquina de 1997, porque seria mais ou menos discutir a importância de uma maquina de escrever frente a um iPad.
Então, espero que os leitores pedem o seu "júris sperniandis" e debatam as IDÉIAS e que, juntos, possamos começar a criar frentes de debate junto ao Governo e sociedade comp um todo.
E sugiro que, ao invés de simplesmente vociferar, vc pare e raciocine se está sendo JUSTO.
Ou, então, tome uma boa xícara de cidreira e vá dormir...
Comentário de adalberto oliveira martins filho em 10 abril 2012 às 0:24

J

onatan....

tu és relamente um panaca....aprenda no  minimo a conceituar corretamente:

 

a) nao existe industrial importador  de maquina, e sim comerciante de maquinas, podendo ou nao ser importador

b) vendo maquinas usadas e já há alguns meses tb maquinas novas, TODAS DE ORIGEM ITALIANA!!!!  e usadas tb da Italia independente de onde foi fabricada, EXCETO CHINA!!!OU ASIA EM GERAL


C) somente a titulo de esclarecimento, devido à falta  extrema falta do que realemente importo/represento/comercializo ....vc conhece maquinas de fabricação de fios de chenille??? nao conheces, ( nao sabes diferenciar fibras texteis pois nao é sua area, como tb nao sabe diferenciar um elefante de uma maquina textil!!!!mas vc nao tem culpa pois nao tem formação tecnica neste assunto) portanto nao fale asneiras sem conhecimento de causa.

a) qto tempo leva para depreciar uma maquina zero ?????

b)  qto tempo leva para depreciar uma maquina de ano 1997 por exemplo??? 

c) qual a relaçao custo x beneficio x depreciação x risco ???? vc nao sabe!!!! nao conheces o assunto!!! nao possue gabarito para falar a respeito!!!!portanto vc fica em seu lugar e nao enche,ok??? pois senão serei obrigado tb a taxa-lo de total isenção de Q.I. ....

d) tenho tb uma pequena fiação que utiliza algodão ( fibra natural celulosica ,de origem vegetal - vá aprendendo...nao custa nada...), e faço um produto muito especifico ( sou o único no Brasil...) ; e  vendo este produto que é transformado em um outro produto.  portanto eu gerava 34 empregos diretos e mais estas outras empresas que me compravam o produto, geravam mais de 200 empregos direto, na faixa de R$ 900,00 a R$ 1.300,00. nesta brincadeira temos por baixo, 234 empregos diretos na cadeia textil, mais :venda de produtos quimicos + venda de produtos acabados + linha que são utilizadas para a costura + tecido especifico para compor o produto final + vendedores de peças de manutenção, lubrificantes, logistica ..... etc...etc....etc.....podemos multiplicar tranquilamente 234 x 100 indiretos em todos os processos envolvidos,  que nos dará em torno de 23.400 empregos!!!!!! nao vao ficar todos desempregados, mas muitos acabam ficando ociosos,  pois quem vende peças de manutenção apenas vai reduzir o quadro, quem vende linhas, tb reduzirá o quadro, e assim sucessivamente....mas te garanto que pelo menos uns 40% ficarão  desempregados ao longo do tempo, visto que tb estão deixando de vender outros tipos de produtos de outros segmentos!!!!! ....ou seja.....ferrou-se a cadeia produtiva independente do setor!!!!E O QUE PODES FALAR DISTO???VC TEM NOÇÃO DO QUE UMA MERDA DE EMPRESA QUE EU TENHO, PODES FAZER DE NEGATIVO???? AGORA IMAGINE OUTRAS QUE POSSUEM UMA ESTRUTURA DINAMICA, COM ALTOS INVESTIMENTOS E TECNOLOGIA ETC..ETC..!!!! SOMENTE UM IMBECIL RETARDADO NAO CONSEGUE VISUALIZAR ESTA SITUAÇÃO!!!!!

e) vc visitou a china???? legal...então sabe que estamos mortos!!!!acabou-se a industria no Brasil!!!tenho amigos brasileiros trabalhando por lá....e os contato  quase que diariamente via skype......são verdadeiras atrocidades que estão praticando contra o mundo!!! já são dominadores...e matarão a industria exceto se TIVERMOS DIGNIDADE E HOMBRIDADE suficientes para TOMAR ATITUDES, desde o povo até  o  nosso estupido governo que simplesmente abre as pernas literalmente!!!! nao se preocupam com o futuro, somente com o governo que atuam no momento!!!! são meros sonhadores irresponsaveis!!!!!e inconsequentes!!!! pensam apenas no momento e nao dentro de uma década!!!nao conseguem enxergar a um palmo alem do nariz!!! assim como vc!!!!

obs.: a china com 1,3 bi....vc somente viu o bonito....como a gente mostra para todo o estrangeiro que vem para o Brasil....nao mostrramos favelas ...etc..etc....mas mostramos o obelisco do Ibirabuera, o planetario, o MASP ..etc...etc....e nao a realidade que vivemos!!!! da mesma forma isto aconteceu com vc....

recentemente postei um video aqui neste blog.....( veja abaixo ) assista e reflita!!! as obras faraonicas...as pontes, represas e hidroeletricas,  ....etc....etc...estao se preparando para o futuro .......metas e planejamento para 5 , 10 , 15 e 20 anos!!!!!! o que aqui no Brasil nao acontece!!!!os maiores shoppings do mundo, e cidades fantasmas......pois o custo é alto para o chines.....enquanto que a maioria dos chineses ainda vivem em condiçoes de moradia lastimavel!!!!!!!! veja os grandes centros texteis SHAOXING !!!!!VEJA A EXPLORAÇÃO....DIREITOS TRABALHISTAS NAO EXISTEM!!!! E LÁ VC RECEBE APENAS SE TRABALHAR QDO TEM SERVIÇO!!! SE NAO TEM VC NAO TRABALHA E NAO RECEBE!!! VC SABE DISTO....MUITO PARECIDO COM O BRASIL!!!!NAO ACHAS????

 

f) Jonatan ,  nao me venhas dizendo que o brasileiro nao sabe votar, ( vc tem toda razao!!!!!! ) ...esqueça do ministro com erros grosseiros, etc,...etc...e outras artimanhas....( que tb lhe dou razão...e muita!!!) etc...etc.... o foco do problema não é corrigir tudo de uma só vez, de mudar uma cultura que leva tranquilamente 1 seculo...!!! mas combater a desindustrialização é uma meta ousada e necessaria,mas   nao existe saco roxo para isto!!! venderam uma imagem falsa do Brasil.....e agora querem aguentar a qualquer custo!!!!estamos comprando sonhos e pagaremos o governo com ilusoes!!! é isto que vai acontecer!!!!!!

 

JOANATN...PORTANTO CHEGA-SE A CONCLUSÃO DE QUE O SUCATEAMENTO DA INDUSTRIA EM GERAL, INCLUSIVE TEXTIL , NAO É EM FUNÇÃO DE IMPORTAÇÃO DE MAQUINAS USADAS......ETC...ETC...E SIM DE ECONOMIAS DIFERENTES, ONDE O CUSTO É MENOR....OU SEJA : NAO EXISTE ISONOMIA!!! 

E DIGO-LHE MAIS...É AINDA PREFERIVEL VIVER NO BRASIL EM CONDIÇOES AINDA HUMANAS , QUE VIVER EM ASIA, EM CONDIÇOES SUB HUMANAS!!!

 

finalizando....o pior cego é o que nao quer ver!!!! que é seu caso!!!!mas fique tranquilo pois vc nao esta sozinho nesta!!! temos para acompanha-lo em vossa ""defesa"" nas importaçoes , favorecendo o desemprego e a desindustrialização uma corja de vagabundos, ladrões,  e corruptos de 225 deputados( quase todos com telhado de vidro...) + 35 senadores na mesma situação, e outras entidades, como a que vc é presidente :  ABITEX,...... ABIT etc..etc....( somente entra tecidos...confecçoes nada!!!- que palhaçada!!!)


já lhe disse tb por e-mail, vcs são nocivos para o Brasil!!! estaõ deixando um legado de merda para as proximas geraçoes, que se envergonharão em tê-los como antepassados!!!  faça algum de bom para o Brasil, aliás está é uma das suas obrigaçoes ..... obrigação MORAL como cidadão!!!!! nao se furte da realidade e de sua responsabilidade como ""bom brasileiro"" e faça como los hermanos ....que estão corretos!!! nao ao protecionismo, mas sim a defesa e soberania da economia nacional e da manutençao dos empregos!!!! é o minimo que um povo espera de seus governantes!!!! vc está cego, e se borrando nas calças, pois de repente , vc pode dormir rico e acordar pobre...basta ""segurar"" um pouco as importaçoes!!!!

e como disse o empresario Carlo Jorge Leitão em uma entrevista recente  :

se produzirmos 5 e necessitamos de 10 vamos importar a diferença, ao inves de fechar as empresas e importar tudo!!!!!

 

cacete....é BURRICE !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

VC NÃO APRENDEU NA ESCOLA PRIMARIA QUE SOMENTE A INDUSTRIA FORTALECE A ECONOMIA DE UM PAIS E GARANTE SEU DESENVOLVIMENTO????etc...etc......

PROCURE EM MEU BLOG

- Crise na Indústria - Participação do Setor na Economia Brasileira Cai e Volta ao Nivel dos Anos JK - Evolução de 1947 a 2011

 

- Empregos na Região do Polo Têxtil Apresentam Queda de 36,5%

 

E VEJA TB A REALIDADE DA CHINA QUE VC NÃO VIU QDO ESTEVE POR LÁ....!!!!!

 

A Bolha Chinesa

Este video me foi passado por um amigo do setor....e confirmado com outro amigo que vive na china!!!!!

 http://www.youtube.com/embed/2yL7t0j_4tQ


O QUE DENOTA MAIS UMA VEZ QUE VC NAO SABE DE NADA!!!!!! NAO TEM A MINIMA NOÇAO DO QUE FALA E DEFENDE!!!!!!NAO TEM O MINIMO DE CONHECIMENTO DE CAUSA!!!! ESTA DESPROVIDO TOTALMENTE DE Q.I. !!!!!!!!

COMO SOU OBRIGADO A RESPEITAR AS NORMAS DESTE BLOG, NAO POSSO MANDÁ-LO À MERDA OU A OUTRO LUGAR QUALQUER, MAS  SOMENTE POSSO DIZER-LHE : VÁ PENTEAR MACACOS...VÁ PLANTAR BATATAS.......VÁ PARA A CHINA!!!! SED DESEJAR POSSO LHE PAGAR A PASSAGEM ..SOMENTE DE IDA,OK???

ADALBERTO

PS.: te repasso novamente  meu telefone,( que tb está nos inumeros e-mail que te enviei.....

tel 19 9764 7960 

maxim_imp@terra.com.br

Comentário de Jonatan Schmidt em 9 abril 2012 às 11:57
Adalberto, apesar da sua opinião, eu nao estaria morto se o modelo chinês de Estado fosse implantado no Brasil.
Alias, eu visitei a China e fiz questão de nao fazer apenas o roteiro turístico que a maioria faz. E nem me ative as visitas de negócios. Eu pedi para visitar as fabricas, entrar dentro delas, olhas as suas instalações, conversar com os seus empregados e até visitar as suas moradias. E o fiz com o auxilio de uma interprete, uma brasileira que mora na China há quase dez anos e que fez o seu mestrado exatamente sobre as relações comerciais da China com o Brasil.
Portanto, eu conheço um pouco da China. Um dos maiores problemas que eles enfrentam é o "apagão" que forram na sua história em razão da Revolução Cultural. O que ainda existe de tradição é resultado da persistência de quem passou de pai para filho, longe dos olhos do Governo.
Nao me parece que o modelo chinês deva ser implantado no Brasil, até porque temos culturas totalmente diferentes.
Mas é inquestionável que o Brasil precisa mudar. Nao só o Governo, mas os empresários e o próprio povo. Muitos questionaram o Pelé quando ele disse que o brasileiro nao sabia votar. Dá para rir? Muitos enxovalharam a Regina Duarte quando ela disse estar com medo - e quem nao está com medo?
A nossa educação está tão ruim que o então Ministro chegou a defender que um livro com erros grosseiros deveria ser usado nas escolas publicas... E ele agora está abençoado como candidato a Prefeito de São Paulo. É disto que eu tenho medo e que tenho certeza muitos também têm.
Adalberto, por mais que vc me xingue, vc nao consegue atacar nada do que eu digo, limitando-se a salivar um ódio desvairado... Seja honesto com vc mesmo - vc é um daqueles industriais importadores de maquinas usadas... Foi bom para vc? Pois para a industria brasileira significou o sucateamento de grande parte do parque fabril, em especial o textil...
Comentário de julio cesar de souza em 9 abril 2012 às 11:06

SENHORES(AS).

VEJAM SÓ A NOSSA CARA DE RETARDADOS DIANTE DE UMA PERSONALIDADE

DO OUTRO LADO DO MUNDO RASGANDO E MOSTRANDO NOSSAS MOLÉSTIAS.

TODOS OS 10 PONTOS "APONTADOS" PELO MINISTRO CHINÊS SÃO DO NOSSO

INTEIRO CONHECIMENTO E NÃO FIZEMOS NADA ATÉ HOJE.

PENSEM BEM, TODOS OS 10 PONTOS NOS LEVAM AO "congresso nacional"

QUE DIANTE DOS NOSSOS OLHOS TEM MOSTRADO QUE É O GRANDE CÂNCER

QUE CONSOME NOSSAS ENTRANHAS RESIDE LÁ NO SENADO(casa maior EM QUE?)

E NA CÂMARA DOS DEPUTADOS(casa menor ou "MOITA" tem muita gente se escon-

dendo lá!!!). TODOS OS DIAS VEMOS NOTICIADOS CASOS DE CORRUPÇÃO, LAVAGEM

DE DINHEIRO ROUBADO E DESVIADOS DAS CAMPANHAS ELEITORAIS(TEMOS QUE FAZER

UMA DEVASSA NOS PARTIDOS E SUAS CONTAS)E "COM A BOCA ESCANCARADA CHEIA

DE DENTES" FICAMOS PASSIVOS E NADA FAZEMOS. CHEGAAAAAAAAAAAAA!!!

"VAMOS MOSTRAR QUEM MANDA VOTANDO NULO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES DIGA:

 BASTA, VOTANDO NULO EM 2012" É DEMOCRÁTICO, É HONESTO, É O EXERCÍCIO

 PLENO DA CIDADANIA.............. ENTÃO VEJAMOS PORQUE MUDAR TUDO

 APENAS COMO EXEMPLO CITO O PRESIDENTE DO SENADO: FOI PRESIDENTE DO PAÍS

 E NOS ENFIOU NUMA CATASTRÓFICA REFORMA ECONÔMICA QUE SÓ QUEM SE DEU

 BEM FORAM OS BANQUEIROS, PREMIANDO QUEM NÃO TRABALHAVA MAS SÓ INVES-

 TIA NOS BANCOS, COMO PRESIDENTE DO SENADO NADA VÊ, NADA SABE, NADA 

 OUVIU, OU SEJA É NO MÍNIMO UM PÉSSIMO GESTOR. O QUE ESTE INDIVÍDUO ESTÁ

 FAZENDO??? É SÓ DESPREPARO ADMINISTRATIVO OU É CONIVÊNCIA COM OS CRIMES

 QUE LÁ EXISTEM???........MEMBROS DO CONGRESSO ASSOCIADOS AO CRIME ORGANI-

 ZADO...........É LOUCURA E, NA CHINA, É PAREDÃO. TEMOS QUE ESPLICAR AO MINIS-

 TRO CHINÊS QUE NO BRASIL NOSSOS POLÍTICOS FAZEM PARTE DOS ESQUEMAS DO

 CRIME ORGANIZADO. TAÍ PRA QUALQUER CHINÊS VER, TÁ NA GLOBO, NA RECORD,

 TÁ NA BANDEIRANTES TÁ EM TODOS OS LUGARES E MÍDIAS E NÃO VAMOS FAZER

 ALGO PARA MUDAR???? "VOTEMOS NULO NAS ELEIÇÕES DE 2012 E SE NÃO ADIAN-

 TAR! NAS DE 2014, 2016, 2018,..........ATÉ NOS "TOCARMOS" DE QUEM MANDA É

 O POVO E SÓ O POVO PODE MUDAR TUDO ISTO! OU VAMOS DAR MUNIÇÃO PARA

 OUTRA DITADURA???? TÁ CHEIO DE VAGABUNDO TORCENDO PARA DITADURA ON-

 DE DERAM-SE BEM!!! 

Comentário de adalberto oliveira martins filho em 9 abril 2012 às 3:58

jonatan...leia e analise!!!!! vc estaria morto!!!!!

10 soluções para melhorar o Brasil (que funcionaram na China)

Primeiro Ministro da China, Wen Jiabao, visitou o Brasil recentemente pela primeira vez e supreendeu pelo conhecimento que tem sobre nosso país, segundo ele, devido o aumento da amizade e dos negócios entre Brasil e China, vem estudando nossa cultura, nosso povo, desenvolvimento e nosso governo nos últimos 5 anos e, por isso aproveitou a visita de acordos comerciais para lançar algumas sugestões que, segundo ele, foram responsáveis pelas mudanças e pelo crescimento estrondoso da China nos últimos anos.Durante uma de suas conversas com a Presidente Dilma e seus ministros, Wen foi enfático no que ele chama de “Solução para os paises emergentes”, que é o caso do Brasil, China, Índia e outros países que entraram em grande fase de crescimento nos últimos anos, sendo a China a líder absoluta nessa fila.

O que o ministro aponta como principal ponto para um país como o Brasil desponte a crescer fortemente???

Mudanças imediatas na administração do país, sendo a principal delas, a eliminação de fatores hipócritas, onde as leis insistem em ver o lado teórico e não o prático e real de suas consequèncias, sendo que, para isso o país terá que sofrer mudanças drásticas em seus pontos de vista atuais, como fez a China nos últimos 20 anos, sendo os 10 principais os que se seguem:

1) PENA DE MORTE PARA CRIMES HEDIONDOS COMPROVADOS:

Fundamento: Um governo tem que deixar de lado a hipocrisia quando toca neste assunto, um criminoso não pode ser tratado como celebridade, criminosos reincidentes já tiveram sua chance de mudar e não mudaram, portanto, não merecem tanto empenho do governo, nem a sociedade honesta e trabalhadora merece conviver com tamanha impunidade e medo, citou alguns exemplos bem claros: Maníaco do parque, Lindeberg, Suzane Richthofen, Beira Mar, Elias Maluco, etc. Eliminando os bandidos mais perigosos, os demais terão mais receio em praticarem seus crimes, isso refletirá imediatamente na segurança pública do país e na sociedade, principalmente na redução drástica com os gastos públicos em segurança. A longo prazo isso também reflete na cultura e comportamento de um povo.

2) PUNIÇÃO SEVERA PARA POLÍTICOS CORRUPTOS:

Fundamento: É estarrecedor saber que o Brasil tem o 2º maior índice de corrupção do mundo, perdendo apenas para a Nigéria, porém, comparando os dois países o Brasil está em uma situação bem pior, já que não pune nenhum político corrupto como deveria, o Brasil é o único país do mundo que não tem absolutamente nenhum político preso por corrupção, portanto, está clara a razão dessa praga (a corrupção) estar cada vez pior no país, já que nenhuma providência é tomada, na China, corrupção comprovada é punida com pena de morte ou prisão perpétua, além é óbvio, da imediata devolução aos cofres públicos dos valores roubados. O ministro chinês fez uma pequena citação que apenas nos últimos 5 anos, o Brasil já computou um desvio de verbas públicas de quase 100 bilhões de reais, o que permitiria investimentos de reflexo nacional. Ou seja, algo está errado e precisa ser mudado imediatamente.

3) QUINTUPLICAR O INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO:

Fundamento: Um país que quer crescer precisa produzir os melhores profissionais do mundo e isso só é possível quando o país investe no mínimo 5 vezes mais do que o Brasil tem investido hoje em educação, caso contrário, o país fica emperrado, aqueles que poderiam ser grandes profissionais, acabam perdidos no mercado de trabalho por falta da base que deveria prepara-los, com o tempo, é normal a mão de obra especializada passar a ser importada, o que vem ocorrendo a cada vez mais no Brasil, principalmente nos últimos 5 anos quando o país passou a crescer em passos mais largos.

4) REDUÇÃO DRÁSTICA DA CARGA TRIBUTÁRIA E REFORMA TRIBUTÁRIA IMEDIATA:

Fundamento: A China e outros países desenvolvidos como os EUA já comprovaram que o crescimento do país não necessita da exploração das suas indústrias e empresas em geral, bem pelo contrário, o estado precisa ser aliado e não inimigo das empresas, afinal, é do trabalho destas empresas que o país tira seu sustendo para crescer e devolver em qualidade de vida para seus cidadãos, a carga tributária do Brasil é injusta e desorganizada e enquanto não houver uma mudança drástica, as empresas não conseguirão competir com o mercado externo e o interno ficará emperrado como já é.

5) REDUÇÃO DE PELO MENOS 80% DOS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS BRASILEIROS:

Fundamento: Os Brasil tem os políticos mais caros do mundo, isso ocorre pela cultura da malandragem instalada após a democrácia desorganizada que tomou posse a partir dos anos 90 e pela falta de regras no quesito salário do político. O político precisa entender que é um funcionário público como qualquer outro, com a função de empregar seu trabalho e seus conhecimentos em prol do seu país e não um “rei” como se vêem atualmente, a constituição precisa definir um teto salarial compatível com os demais funcionários públicos e a partir dai, os aumentos seguirem o salário mínimo padrão do país, na China um deputado custa menos de 10% do que um deputado brasileiro. A revolta da nação com essa balbúrdia com o dinheiro público, com o abuso de mega-salários, sem a devida correspondência em soluções para o povo, causa ainda mais prejuízos ao estado, pois um povo sentindo-se roubado pelos seus líderes políticos, perde a percepção do que é certo, justo, honesto e honrado.

6) DESBUROCRATIZAÇÃO IMEDIATA:

Fundamento: O Brasil sempre foi o país mais complexo em matéria de negociação, segundo Wen, a China é hoje o maior exportador de manufaturados do mundo, ultrapassando os EUA em 2010 e sem nenhuma dúvida, a China e os EUA consideram o Brasil, o país mais burocrata, tanto na importação, quanto exportação, além é claro, do seu mercado interno, para tudo existem dezenas de barreiras impedindo a negocição que acabam em muitas vezes barrando o desenvolvimento das empresas e refletindo diretamente no desenvolvimento do país, isso é um caso urgente para ser solucionado.

7) RECUPERAÇÃO DO APAGÃO DE INVESTIMENTOS DOS ÚLTIMOS 50 ANOS:

Fundamento: O Brasil sofreu um forte apagão de investimentos nos últimos 50 anos, isso é um fato comprovado, investimentos em infraestrutura, educação, cultura e praticamente todas as demais áreas relacionadas ao estado, isso impediu o crescimento do país e seguirá impedindo por no mínimo mais 50 anos se o Brasil não tomar atitudes fortes hoje. O Brasil tem tudo para ser um grande líder mundial, tem território, não sofre desastres naturais severos, vive em paz com o resto do mundo, mostrou-se inteligente ao sair ileso da grande crise financeira de 2008, porém, precisa ter a coragem de superar suas adversidades políticas e aprender investir corretamente naquilo que mais necessita.

INVESTIR FORTEMENTE NA MUDANÇA DE CULTURA DO POVO:

Fundamento: A grande massa do povo brasileiro não acredita mais no governo, nem nos seus políticos, não respeita as instituições, não acredita em suas leis, nem na sua própria cultura, acostumou-se com a desordem governamental e passou a ver como normal as notícias trágicas sobre corrupção, violência, etc, portanto, o Brasil precisa investir na cultura brasileira, iniciando pelas escolas, empresas, igrejas, instituições públicas e assim por diante, começando pela educação patriótica, afinal, um grande povo precisa amar e honrar seu grande país, senão é invevitável que à longo prazo, comecem surgir milícias armadas na busca de espaço e poder paralelo ao governo, ainda mais, sendo o Brasil um país de proporções continentais como é.

9) INVESTIR EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA IMEDIATAMENTE:

Fundamento: Proporcionalmente, o Brasil investe menos de 8% do que a China em ciência e tecnologia, isso começou a ter forte reflexo no país nos últimos 5 anos, quando o Brasil passou a crescer e aparecer no mundo como um país emergente e que vai crescer muito a partir de agora, porém, não tem engenheiria de qualidade, não tem medicina de qualidade, tecnologia de qualidade, não tem profissionais com formação de qualidade para concorrer com os países desenvolvidos que encontram-se mais de 20 anos a frente do Brasil, isso é um fato e precisa ser visto imediatamente, pois reflete diretamente no desenvolvimento de toda nação.

10) MENORIDADE PENAL E TRABALHISTA A PARTIR DE 16 ANOS (o mundo está envelhecendo…):

Fundamento: O Brasil é um dos poucos países que ainda possuem a cultura de tratar jovens de 15 a 18 anos como crianças, não responsáveis pelos seus atos, além de proibi-las de oferecer sua mão de obra, isso é erro fatal para toda a sociedade, afinal, o Brasil, assim como a grande maioria dos paises, estão envelhecendo e precisam mais do que  nunca de mão de obra renovada, além do que, essa contradição hipócrita da lei, serve apenas para criar bandidos perigosos, que ao atingirem 18 anos, estão formados para o crime, já que não puderam trabalhar e buscaram apenas no crime sua formação. Na China, jovens tem permissão do governo para trabalhar normalmente (não apenas como estagiários como no Brasil) a partir dos 15 anos, desde que continuem estudando e, sim, respondem pelos seus crimes normalmente, como qualquer adulto com mais de 18 anos.

Uma das fontes: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3586984

Postado por Manoel Messias Barbosa, Analista Tributário da Receita Federal.

 

Comentário de adalberto oliveira martins filho em 9 abril 2012 às 3:51

JONATAN!!!! NAO ACREDITO!!!! VEJA O QUE DIZ UM GRANDE EMPRESARIO DA TEXTIL PANAMERICANA, CARLOS JORGE LEITÃO NA MATERIA PUBLICADA NESTE BLOG  , SEGUE O LINK......http://textileindustry.ning.com/forum/topics/para-chines-ver-abando...

EU NAO ME CONFORMO!!!! VC DISTORCE O RACIOCINIO!!! VC NAO TEM CAPACIDADE DE DISCERNIMENTO!!!! OU ACHAS QUE SOMOS OTARIOS OU HIPOCRITAS, COMO FALOU EM MATERIA ANTERIOR!!!

CACETE!!!!VC ESTA A BRINCAR COM A GENTE....UM BRINDE ( COM ESPUMANTE NACIONAL ) ...VÁ CAÇAR SAPO ......

JONATAN....VC ""DEVE"" TER ESTUDADO EM ESCOLA PRIMARIA, ( OU COMPROU DIPLOMA DO MOBRAL...) OU ESQUECEU OU REALMENTE É ""LERDO"" ....NAO EXISTE PAIS DESENVOLVIDO SEM INDUSTRIAS!!!! 

E VEJA COMO cARLOS jORGE LEITÃO EXPLICOU FACILMENTE :  SE PRODUZ 10 E NECESSITAS DE 15 SIMPLESMENTE IMPORTA 5 .....ISTO SIGNIFICA QUE SE VC IMPORTAR 15...VAI QUEBRAR TODA A CADEIA INDUSTRIAL DO PAÍS!!!! NAO EXISTE ISONOMIA!!!! CACETE!!!!!!!!!!!!!

Comentário de Claudio de Almeida Lima em 8 abril 2012 às 20:25

Independentemente  de todas as verdades aqui descritas, não se pode esquecer que, por um bom tempo, está sendo disseminada a idéia de que o empresário é o sujeito explorador e o funcionário é um explorado, quase escravo. O que temos hoje é uma legislação trabalhista por demais "protetora" onde o comprometimento, a dedicação, deixaram de ser obrigações da relação de trabalho e perante, principalmente em virtude dessa justiça trabalhista hipócrita e tendenciosa, a parte "fraca" pode pleitear qualquer coisa pois sempre vai sobrar algum cascalho. Uma vergonha ! Eu, como pequeno empresário brasileiro, tenho asco quando me apresento em alguma audiência trabalhista, só faltando a caracterização completa com o famosa nariz de palhaço. Transformamo-nos em uma pátria de desqualificados, ascendidos à chamada classe C por decreto e não pelo trabalho. Gente ! O povo ascendeu à classe C, tem TV de LCD, celular 3 chips, computador, mas mora na favela, tem uma educação de merda, uma saúde de merda, mas, pelo que vemos, tá tudo bom ! 77% de aprovação !!! NÓS MERECEMOS !!!!!!

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço