Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Análise Crítica – Pessimismo na Indústria Têxtil

Venho acompanhando as informações publicadas neste fórum têxtil, que por sinal é excelente no sentido do alcance que tem dentro do setor têxtil, mas o que vem de deixando intrigado é o tom pessimista da maioria das informações postadas neste conceituado fórum. É claro que o país está enfrentando uma grave crise econômica e institucional e que não se deve “tapar o sol com a peneira”, mas algumas informações veiculadas, muitas inflando alguns dados, como o número de empresas que encerraram suas atividades ou o número de postos de trabalho fechados durante um determinado período, não trazem nenhum benefício prático ao setor. Qual é a vantagem de se destacar marcas negativas? Sensibilizar o governo para que adote medidas para estimular a produção de nossa indústria têxtil? Poderia até ser e é louvável a atitude, porém o que ocorre na prática é o contrário. Este tipo de notícia tem servido apenas para consolidar a crise no setor, inclusive sendo utilizado por instituições financeiras como justificativa para restringir o crédito às empresas do setor, sob a justificativa de que em vista de tamanha crise, as indústrias têxteis não teriam capacidade financeira para quitar suas obrigações. Ou seja, por maior boa vontade que se tenha no momento de publicar a informação e, vou além, por mais verídica que ela seja, isto só serve para alimentar um ciclo negativo de crise à desconfiança à mais crise.

Eu, como profissional vendedor de máquinas para a indústria têxtil e que vi de perto uma das maiores empresas deste segmento ruir, sei exatamente o significado que tem para o mercado as informações negativas e não quero que isto aconteça também com os meus clientes, dos quais dependo para obter sucesso profissional, portanto peço um maior cuidado e critério no momento de publicar informações negativas ao setor. Vamos nos focar em temas que possam levar ao crescimento e reestruturação do setor! Eu sei que é difícil, pois a própria natureza do ser humano tende a ter mais interesse por notícias ruins (aquele jornal vespertino de grande audiência que o diga), mas se nós, profissionais da indústria têxtil, queremos mesmo ver nossa indústria retomar o crescimento e consequentemente recuperar postos de trabalho, passa também por nós cuidarmos que não tenhamos a situação ainda mais agravada por conta de informações que talvez nem precisassem ser divulgadas.

Sucesso a todos!

Caio Ramos

.

.

.

.

.

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 4497

Responder esta

Respostas a este tópico

Obrigado José Carlos!

José Carlos Dias disse:

Caro Caio: Viu quanto barulho você pode nos proporcionar. É isso, é para isso e não é somente isso que acontece nesse blog. Olha, faz tempo que não via tanta manifestação e com opiniões diversas e algumas díspares. Ao final, muito obrigado pela oportunidade. Viva a democracia que nos concede o privilégio de poder escrever o que pensamos, da forma que sabemos.

Abraço

MARIA : ""infelizmente nos últimos meses estamos sendo bombardeados por uma campanha midiática , que tem por finalidade desestabilizar o país concomitantemente a interesses políticos""

Maria , desculpe...mas campanha mediática???desestabilizar o país??? caramba...!!!!desaceleração da economia chinesa?? o que vivemos na realidade é uma catástrofe por um desgoverno sem-vergonha, canalha, inescrupuloso..e sem moral!!! está é a nossa crise!!!! roubos e mais roubos!!! o PT recebeu de mãos beijadas a inflaçao sob controle, o Brasil estabilizado ( não tão bom...mas deveria seguir um plano para os próximos 20 anos!!!) e todos sabem o que aconteceu!!! e não existe plano B!!!!!

a China coloca em seu ministério da fazenda , por exemplo, experts no assunto...e se algo vai ruim, são simplesmente demitidos!!!..aqui vc nomeia cargos para quem nada entende exceto roubar e PicareTar....

novamente : se der ao nosso desgoverno um bordel...quebram em 90 dias!!!!

adalberto

UMA BOAAAAA NOTICIAAAA



Vitória! Hoje venho trazer boas notícias com relação a nova regra de ICMS.

Na noite de ontem o STF concedeu uma liminar suspendendo a mudança na regra do recolhimento de ICMS para empresas optantes pelo Simples Nacional (já não era tempo).

É claro que eu viria compartilhar essa notícia com você, então acabei de escrever um texto pra explicar como será daqui pra frente, mas a princípio sua operação pode seguir normalmente!

Dá uma olhadinha como foi a decisão do STF:

Post: ICMS: Empresas optantes pelo Simples conseguem liminar que suspende novo recolhimento


Ser ardiloso e tentar censurar usando de artimanhas também é coisa de Petista

Um país se constrói com verdades e não as escondendo.

Não é não divulgando a realidade que vamos sair da crise. 

Tenho 4 empregos e faço muito pelo país e venho fazendo a mais de 40 anos pelo têxtil.

Se fazer alguma coisa é tentar praticar a censura e esconder fatos, pode ter certeza que não faço mesmo.


Caio Ramos disse:

Meu camarada, você já se manifestou democraticamente contra a minha opinião, e eu a aceitei. Você parte para um ataque pessoal desnecessário, aliás acredito que não o conheço pessoalmente para que você possa me julgar desta maneira. Seria o mesmo que se eu o julgasse pelo que você escreveu aqui, dizendo que você é da turma dos que não faz nada, e critica quem faz. Mas não posso julgar o seu caráter por algumas poucas palavras! Se não acredita em meus argumentos, deixe de acompanhar a discussão, permitindo que outros colegas que tenham interesse em fortalecer a discussão se manifestem. Simples assim! E lembre-se: partir para ataques pessoais é coisa de petista!

Alexandre Baptista Alves disse:

Tão ardiloso quanto os Petistas, se não o for.

Só divulgar noticias boas e esconder na lama a realidade?

Como gostaria de poder censurar toda noticia que viesse a prejudicar o partido

Esse papinho de provocar debate é balela..............

Tenha vergonha

Campanha midiática, é de rolar de rir. Como se fossemos idiotas, manipuláveis por noticias. Que ridículo.

É só ler (e conseguir entender) quem analisa, sem qualquer interesse "midiático".
O Brasil está tecnicamente quebrado por culpa do grave desequilíbrio de suas contas públicas.

Entenda aqui e proteja-se contra o calote: goo.gl/mMt3ki

adalberto oliveira martins filho disse:

MARIA : ""infelizmente nos últimos meses estamos sendo bombardeados por uma campanha midiática , que tem por finalidade desestabilizar o país concomitantemente a interesses políticos""

Maria , desculpe...mas campanha mediática???desestabilizar o país??? caramba...!!!!desaceleração da economia chinesa?? o que vivemos na realidade é uma catástrofe por um desgoverno sem-vergonha, canalha, inescrupuloso..e sem moral!!! está é a nossa crise!!!! roubos e mais roubos!!! o PT recebeu de mãos beijadas a inflaçao sob controle, o Brasil estabilizado ( não tão bom...mas deveria seguir um plano para os próximos 20 anos!!!) e todos sabem o que aconteceu!!! e não existe plano B!!!!!

a China coloca em seu ministério da fazenda , por exemplo, experts no assunto...e se algo vai ruim, são simplesmente demitidos!!!..aqui vc nomeia cargos para quem nada entende exceto roubar e PicareTar....

novamente : se der ao nosso desgoverno um bordel...quebram em 90 dias!!!!

adalberto

Para algumas pessoas, falta compreensão básica de economia e finanças publicas.
Tem aqui um achance de passar a entender  lo que se passa.
Com a palavra, a Empiricus:
O Brasil está tecnicamente quebrado por culpa do grave desequilíbrio de suas contas públicas. Entenda Aqui e proteja-se contra o calote: goo.gl/mMt3ki

A crise econômica na indústria brasileira é fato foi prevista, todos os indicadores econômicos apontavam a isso.
Foi escrito e previsto aqui, há mais de cinco anos, foi mostrado o que aconteceria com a economia, em consequência do desgoverno do Brasil, falta de programação, infraestrutura, com a eletricidade e combustíveis fosseis mais altos do mundo, corrupção, politicagem, baixa produtividade, protecionismo, sindicalismo, governo a “mão pesada do Governo sempre interferindo na “empresa-livre” , nos empreendimentos, e afins...
A “Mao de Nabucodonosor” escrevia nas paredes do Alvorada: “Vão sifu, vão sifu, vão sifu” e ninguém quis ouvir.
Políticos estavam muito ocupados em meter a mão no erário publico e fomentar corrupção, sistemas políticos retrógrados, e tirando do erário publico, dos Brasileiros para fomentar Bolivarianos aqui e ali, da África ao Caribe.
A formação de Currais eleitoreiros e “Aparelhamento do Estado” era a meta.
Além disso, esse Desgoverno tenha seus “orgasmos sociais” com a “genitália industrial.” Fazia as benesses sociais com seu nome, mas pago por nos na Indústria!
A farra acabou, o ultimo fardo de carga quebrou a espinha do “camelo-indústria.”
“E agora José, e agora Brasil?”, perguntaria o Drummond de Andrade.
Palavras otimistas não mudam os fatos.
Mais do que em recessão estamos indo em direção à depressão.
Caiu o nosso “Selo de Bom Pagador” mundo afora, a inflação crescente dobrou o preço de nossa astronômica divida interna - nos últimos 16 meses.
Brasília está acéfala e os pais indo à microcefalia.
Não mais temos estadistas, estamos empacados num dilema Kafkaesco, empacados num lamaçal de transações tenebrosas em Brasília, que não parece ter fim, encurralados e dirigidos por políticos venais e nossa escolha esta limitada entre o nu e o maltrapilho.
Esses são os fatos.
Dentre de seis meses calculo que 10% de nossas indústrias, fecharão as portas, definitivamente ou por algum tempo, como o fez uma das maiores do Nordeste. O Dono dela, patriota e humanitário e capitalizado, se recusa a vender as maquinas e o patrimônio, mas não sabe quando reabrirá a sua firma...
Amigo, isso não e questão de mau humor, isso não é falta de torcida, - ate usando de bandas foguetes e “Pom-Pom Girls”.
Isso é a realidade dos fatos. E mais: Não vamos nos safar em 2017; estaremos ainda chafurdados na crise.
Claro, claro, queria que eu estivesse errado, queria ser “denso” ou “anão mental” e estar pulando carnavais, brigando pelo meu time de futebol, vendo bundas e novelas...
Sim, sim, seria talvez mais feliz, menos pessimista, pois o ditado diz que “ignorância é benção”.
Eu ate que queria ser um desses abençoadas.
Mas não. Ao contrário, AQUI NESSE BLOG, em minha pagina, como um estúpido Profeta Jeremias clamando no Deserto do Sinai, eu apontava, apavorado, a mão escrevendo “Vão sifu, vão sifu” - em meus textos.
Agora amigos, a festa acabou.
Talvez a solução é continuarmos alegres, bebermos um pouco mais, oblíviarmos em novelas, e termos a esperança que no ano que vem, teremos Carnaval.
Afinal, “somos um povo feliz” e “D-us é Brasileiro”...
Sam de Mattos, Jr.

http://textileindustry.ning.com/forum/topics/a-lorota-da-coteminas?...

Felicitacoes  pelo otimismo e espero que ele mude as circunstancias.

Lamentavel inserir polica no contesto de Economia...
Eh como se misturar oleo e agua.
Os principios economicos sao inutaveis, a "lei de oferta de procura",- principio basico do Colbert nao perdoa erros.
Podemos ate temporariamente sair um pouquinho dele, com pequenas e pontuais interferencias Kenysianas, mas, como disse, PEQUENOS e PONTUAIS AJUSTAMENTOS, por tempo limitado...
Todavia, tivemos so economistas politizados e bundoes. Agora ai estao os frutos!
Eco!

Voce nunca devera ser execrado, sua pessoa e direito de expressao, devem ser sempre respeitados.

Agora, quando imprimimos a nossa opiniao, especialmente a um publico inteligente, analitico e QUE ESTA SOFRENDO com as circunstancias, cria-se uma reacao AO TEXTO.

E seu texto foi "Poliana", pueril, superficial e juvenil, - e essa OPINIAO foi repudiada por muitos, entre eles, eu.

Parabens pela coragem e pela oportunidade que vc nos deu de dar vasao ao furor que existe em nos, que pensamos e sofremos e fomos ENGANADOS.

Caio Ramos disse:

Quando decidi escrever este texto, não tinha a intenção de receber aplausos, tampouco ser execrado como fui por alguns, porém isto faz parte de qualquer debate. Opiniões são para ser emitidas e debatidas, dentro do limite do respeito. Longe de mim querer ocultar a realidade ou criar uma realidade artificial, como sugerido, mas, como ex-membro da Diretoria da Câmara Setorial de Máquinas Têxteis (CSMAT) da Abimaq, desenvolvi um senso crítico no sentido de busca de soluções. Eu entendo que esta rede costuma divulgar notícias relacionadas ao setor têxtil, independente de ser seu conteúdo benéfico ou não, mas penso que não deve limitar-se a isto. Da mesma forma que tanta gente indignou-se com as minhas palavras, defendendo que não há pessimismo e que há de fato uma crise econômica muito grave em nosso país, creio que devemos ter entre nós colegas que queiram defender com unhas e dentes o nosso apaixonante setor, não apenas lamentando a falta de políticas do governo para o setor, mas construindo e estreitando relações e discutindo ideias que possam trazer resultados positivos para a indústria têxtil. A ideia principal do meu texto é promover o debate em prol do desenvolvimento de nossa indústria e, pelo alcance que esta rede possui, percebo que é perfeitamente possível. Por que não estimular um brainstorm nesta rede? Na pior das hipóteses, experiências serão trocadas por quem tenha interesse.

Em tempo, com relação ao crédito dos bancos, que concedem crédito de acordo com rigorosos critérios próprios e blá blá blá, eu comentei a respeito por ter ouvido, em conversa informal com um colega empresário em Americana, de que os bancos teriam bloqueado o crédito às indústrias têxteis da região, após terem tido acesso a notícias de que empresas de Americana estavam demitindo e encerrando atividades. Se é fato ou boato, não posso confirmar. Talvez alguém possa comentar sobre alguma dificuldade.

Tapar o sol com o dedo!

Romildo de Paula Leite disse:

A nossa rede não produz textos, apenas repercute o que se diz ou se escreve a respeito de nossa indústria têxtil.

 Você está querendo" tapar "o sol com uma peneira. 

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço